Download PDF

Um ovo Tipo Colombo

Quando vista de frente, a carrinha Tipo tem uma grelha que simula na perfeição o efeito 3D. A silhueta, apresenta uma carrinha convencional, enquanto a traseira conta com alguns elementos que conferem modernidade, a um modelo pleno de soluções simples mas eficazes. Em pouco mais de quatro metros e meio (4.571 mm), a marca italiana consegue alojar quatro ou cinco passageiros, disponibilizar 550 litros de volumetria na bagageira, e colocar o 1.3 multijet de 95 cv sob o capot. Em termos de equipamento, a funcionalidade sai beneficiada mediante um visor de 7”, “Uconnect link” (Apple car play e Android Auto) e serviço “Uconnect live”, volante regulável em altura e profundidade, ar condicionado, acelerador automático e assistência de arranque nas subidas, entre outros. No capítulo da segurança, no qual a Tipo conseguiu quatro estrelas EuroNCAP, encontramos “airbags” frontais, de cortina e laterais e controlo de estabilidade ESP. Nos opcionais, destacamos duas das três escolhas: o “pack city” que inclui sensores traseiros e visualização das manobras de marcha-atrás, sensores de iluminação+chuva e retrovisor electrocromático (500 €) e o Mopar Connect Services (350 €).

Este conjunto de equipamentos e soluções, justifica a procura da Tipo SW no ano transacto (2.098 unidades) e a evolução positiva (+12%) verificada no primeiro quadrimestre deste ano. Por fim mas não menos importante, um preço final abaixo da fasquia dos 25.000 €.

preço-base

isv

iva

despesas

pvp*

iuc

16.811,19

1.152,09

4.132,50

950,00

23.207,00

106,51

* inclui 1.300,00 € de opcionais e 1.250,00 € campanha

 

Com bons acessos e habitabilidade a carrinha Tipo concede bons níveis de conforto e volumetria na bagageira, modulável sob o piso, ganhando 12 cm em profundidade sem a roda de reserva.

Com boas acessibilidades e agradáveis cotas de habitabilidade, a Tipo concede uma boa posição de condução, através dos vários ajustes e ângulos de visibilidade. Para a traseira, a forma dos pilares e dimensão do óculo, condicionam a visibilidade. No entanto, na versão Mirror, a existência de sensores e visualização das manobras de marcha-atrás mitigam esta característica. Para quem se sentar ao volante, existe um botão “city” que torna a condução mais suave, característica que apreciámos em circulação urbana. O selector da transmissão manual de cinco relações poderia ser mais preciso, em especial se tivermos em conta o bom escalonamento das relações, e o desempenho dos 95 cv do 1.3 Diesel. Em termos dinâmicos, apreciámos o desempenho das suspensões e travões e as reprises e acelerações conseguidas, mesmo que estas últimas não concedam particular brilhantismo a esta carrinha. No entanto, há algo na motorização que nos deixou surpreendidos. Num breve contacto ao volante, num percurso misto de AE+EN+Urbano e à média de 36,5 km/h obtivémos um consumo de 4,0/100 km. Se a estes números adicionarmos um depósito de 50 litros de combustível, temos um boa autonomia.

 

O visor central de 7″ é um precioso suporte para utilização e gestão do veículo, além da visualização das manobras de marcha-atrás

Em termos de espaços para arrumos no interior ou dimensões do porta-luvas, esta carrinha não está nas melhores da classe. Além disso e como acontece em alguns modelos do Grupo transalpino, não encontramos nesta carrinha, alguns do mais modernos sistemas de informação ou ergonomia. Todavia, as soluções e sistemas encontrados, são simples na utilização e eficazes no desempenho. E tudo feito com a ‘prata da casa’ a começar pelo motor. Em nossa opinião, a Fiat Tipo SW é o verdadeiro ovo ‘tipo’ Colombo. E da mesma forma que o navegador ficou conhecido pelo seu arrojo, também a marca italiana parece estar apostada em manter o ciclo favorável.

Com manutenção programada a cada 20.000 km, a marca italiana propõe garantia e manutenção contratualizada até cinco anos ou 75.000 km. Como atrás referimos, um dos opcionais é o Mopar Connect Services que permite efectuar a gestão do veículo (ou frota) através de comunicação, localização, velocidade, percursos, consumos, entre outros.

Gostámos – Gostámos +
– Precisão do selector da transmissão

– Espaços de arrumos no habitáculo

– Comportamento dinâmico

– Consumo combustível/autonomia

– Conforto de rolamento

Conectividade e suporte gestão do veículo

Relação custo/equipamento 

 

Características técnicas

Fiat Tipo 1.3 Multijet Mirror

motor

4 cil-16 V, 1.248 cc, Inj Dir, SCR+FP

potência kW(cv)/rpm

70,0 (95,0)/3.750

binário Nm (kgm)/rpm

200,0 (19,6)/1.500

transmissão

dianteira, manual cinco relações

jantes – pneus

16” –

Um ovo Tipo Colombo