Download PDF

Os grupos ópticos traseiros são apresentados com um detalhe estético semelhante ao de algumas asas de aviões, mediante um pequeno detalhe aerodinâmico a 90º . No interior, a duplicação de alguns comandos, segue as tendências aeronáuticas

O Lexus Urbano com X

Se pensarmos em arte e “design” não temos dúvidas sobre qual apareceu primeiro. No entanto, nas nossas vidas, também não temos dúvidas sobre qual desempenha maior intervenção ou importância. E quando estávamos firmes nas nossas convicções, a Lexus mostrou-nos o novo UX – um modelo urbano (daí o ‘U’) e muito indexado ao “design” conforme já abordámos noutros artigos. Todavia, durante a apresentação do novo modelo, fomos confrontados com verdadeiros detalhes artísticos, tanto ao nível da produção como na estética. Com a ajuda de uma das mais importantes pintoras da sua geração e também uma das mais copiadas, a pouco e pouco, fomos formando a nossa ideia sobre o mais recente SUV da marca japonesa. Em jeito de desafio, Sofia Areal levou-nos à descoberta das linhas direitas e das outras. Ajudou a interpretar as conformidades e as irreverências. E intuiu um novo olhar entre as formas e as cores. Com estas últimas e no atelier onde nos recebeu, até no chão são visíveis os traços de arte… ou será que devemos considerar “design”.

 

Colocadas sob o assento traseiro, as baterias de elementos de Níquel-Hidretos Metálicos (Ni+Mh) contribuem para baixar o centro de gravidade

No que diz respeito aos detalhes técnicos, em pouco menos de quatro metros e meio de comprimento (4.495 mm) e pouco mais de metro e meio de altura (1.540 mm), a Lexus aloja o novo motor 2.0 litros a gasolina de 154 cv, em conjunto com um motor eléctrico de 80 kW. A tracção às rodas dianteiras, tanto do gasolina como do eléctrico, chega mediante um sistema de variação contínua, semelhante ao desempenho de uma transmissão automática, sendo pouco perceptível o tradicional ‘arrastamento’ da rotação quando se acelera mais forte. Num interior requintado, evidenciam-se os assentos envolventes, um painel que até tem alguns comandos em duplicado, e uma larga consola central que inclui um comando táctil semelhante ao utilizado nos portáteis. Quando parados, este tipo de comando já exige habituação no acesso aos diversos quadrantes e sub-menus, aos quais também se chega através de um botão. Em andamento, é quase uma missão impossível comandar seja o que fôr. Disponível em 10 versões (sete de tracção dianteira e três de tracção integral) o novo UX evidencia-se mediante os equipamentos de série, com destaque para os dispositivos de segurança – activa e passiva. A existência de “airbags” frontais, laterais, cortina e joelhos é complementada por um sistema de protecção cervical nos assentos dianteiros. O acelerador automático adaptativo, o alerta para mudança na faixa de rodagem, e a assistência à manutenção na faixa de rodagem, contribuem para um enriquecido equipamento de de série.

 

Num primeiro e brevíssimo contacto ao volante, demos conta de um automóvel fácil de conduzir e com algum requinte no interior. Em termos dinâmicos, este híbrido deixou-nos a impressão de ser melhor nas reprises do que nas acelerações, enquanto neste capítulo, as suspensões e sistema de travagem deram provas de elevada eficiência. As formas da carroçaria e pilares, acabam por condicionar alguns ângulos de visibilidade, e por isso mesmo as manobras. No entanto, a existência de sensores de aproximação e visualização da manobra de marcha-atrás, mitigam os efeitos das tais formas. Como atrás referimos o contacto ao volante foi muito breve, pelo que não tivémos oportunidade de experimentar alguns dos sistemas de assistência à condução e travagem. No entanto, o baixo centro de gravidade (em parte conseguida mediante colocação das baterias sob o assento traseiro) e a distribuição de pesos (dianteira-traseira) deixa antever um bom comportamento neste “crossover” que dá o ‘X’ a esta designação de automóvel ‘U’ urbano.

No que diz respeito a preços e sem despesas administrativas, estes começam nos 42.500 € para o “Business” e chegam aos 62.000 € do Luxury AWD.

O Lexus Urbano com X