Download PDF

Com o D4 associado à Geartronic a nova V60 concede interessantes performances, moderados consumos e confiável autonomia. Querem mesmo acabar com o Diesel? Têm a certeza?

Face às recentes declarações ‘politizadas’ sobre os Diesel, à postura da marca sueca perante a possibilidade de abandonar os motores a gasóleo, e perante a evidência das evoluções registadas na nova V60, ficamos com aquilo a que os anglo-saxónicos designam de “crossed feelings”. No idioma do sadino Bocage, o que nos apraz dizer é que a Volvo fez evoluir a V 60 em todos os pontos em que era criticada! Face ao anterior modelo, o comprimento total aumentou, afastando-se mais dos quatro metros e meio (4.761 mm) tendo-se ganho nas cotas de habitabilidade, tanto nos lugares da frente como nos traseiros. Na volumetria da bagageira, estão agora disponíveis 529 litros extensíveis a 1.441 mediante rebatimento dos assentos traseiros. No habitáculo, melhoraram o posicionamento dos comandos e o visor central multifunções está mais intuitivo, de igual forma como acontece com os restantes modelos da gama. Os espaços de arrumos são mais, estão melhor colocados e concedem melhor volumetria. O D4 associado à transmissão automática, concede suavidade nas performances, interessantes consumos e confiável autonomia. Assim sendo, querem mesmo acabar com o Diesel? Têm a certeza?

Pvp V60 D4

isv

iva

despesas

pvp*

iuc

47.840,00

56.828,00

221,70

*versão ensaiada c/5.983 € de opcionais

 

Os materiais utilizados, os acabamentos conseguidos e a funcionalidade na utilização, continuam a ser factores de requinte e diferenciação nesta Volvo

Em termos de acessibilidade aos lugares dianteiros, a acentuada inclinação do pilar ‘A’ continua a condicionar os ângulos, não acontecendo o mesmo no acesso aos lugares traseiros. Uma vez no interior e para quem se sentar ao volante, existe espaço e conforto além de um bom acesso a todos os comandos, incluíndo o painel central táctil com boa definição e intuitiva utilização.

Os materiais empregues e o nível de finalização continuam a seguir os padrões da marca sueca, que continua a ter nos equipamentos de assistência à condução e segurança activa, um factor de diferenciação no tocante à eficiência dos referidos equipamentos, como acontece com os indicadores luminosos (nos retrovisores) de presença de viaturas nos ângulos-mortos ou travagem autónoma (ou aviso sonoro+luminoso) em caso de aproximação ao obstáculo ou viatura.

 

Aos comandos, as primeiras impressões apontam para uma evidente disponibilidade da motorização, tanto em termos de acelerações como de reprises. Da transmissão de oito relações, gostámos da suavidade e escalonamento, mesmo com a “prise” na 6ª relação (1:1), característica que determina a redução do efeito travão-motor e um recurso mais frequente aos travões, que nos deixaram a impressão de elevada eficiência. Em termos de suspensões, demos conta de uma taragem (mola+amortecedor) que beneficia a firmeza. Se por um lado esta característica torna a direcção mais reactiva, em pisos degradados, acaba por penalizar o conforto de rolamento. No entanto, com um bom apoio e revestimento, os assentos da V60 acabam por mitigar uma grande parte das vibrações. Aliás, a filtragem de vibrações e ruídos para o habitáculo da V60 foi um dos pontos em que demos conta de uma considerável evolução, e o mesmo acontece quando circulamos com os vidros ligeiramente abertos. Em relação aos consumos de combustível e à média de 59,0 km/h obtivémos 5,8 litros/100 km, numa utilização mista (AE+EN+Urbano).

Gostámos –Gostámos +
– ângulos de visibilidade lateral e posterior– Equipamentos de série e segurança activa

– Conforto de rolamento

– Assistências à condução/instrumentação

– Comportamento dinâmico

– Habitabilidade e modularidade interior

 

Características técnicas

Volvo V60 D4 FWD Momentum

motor

4 cil, 1969 cc, DOHC, rampa comum, bi-turbo

potência kW(cv)/rpm

140,0 (190,4)/4.250

binário Nm (kgm)/rpm

400,0 (39,2)/1.750~2.500

transmissão

Dianteira, automática de oito relações

jantes – pneus

18” – 235/40 R 18

Calendário de manutenção programada

30.000 km

290 €

60.000 km

410 €

90.000 km

350 €

120.000 km

470 €