Download PDF

Espaço e funcionalidade

Clicar para começar e parar a reprodução das imagensO ano passado a Dacia apresentou seis novos modelos e o alargamento da gama aos ligeiros de mercadorias (van). Entre as novidades destacou-se o Sandero Stepway que, em conceito, está algures entre os suv e as carrinhas. No interior, há mais espaço ou mais equipamentos face à anterior geração, que teve a difícil tarefa de conquistar mercado, mediante preços competitivos. Nesta versão Stepway, esta tendência manteve-se e ao nível dos opcionais, há mais escolha.


Valores competitivos

Na segunda geração destes Dacia, não demos conta de que os materiais empregues ou a finalização tenham evoluído de forma significativa. Continuamos a ter os materias compósitos (plásticos) com um toque menos agradável, se pensarmos nos Renault como ponto de referência. E o mesmo acontece com a finalização, em especial nos pontos mais críticos, como por exemplo nos revestimentos interiores da bagageira, ou alcatifas e tapetes junto às portas. Por outro lado, nos equipamentos de série, permanece a simplicidade, mas ao olhar para os opcionais, deparamos com preços bastante competitivos, como por exemplo acontece com o acelerador automático com limitador (140 €) ou seja, o mesmo valor cobrado para ter elevadores eléctricos nas janelas traseiras. E por metade deste valor, pode ter uma roda de reserva, que no caso do Stepway monta em jante de 16”.

Ao volante do Stepway

Com uma boa acessibilidade e espaço interior, este Dacia concede uma boa habitabilidade, enquanto na bagageira, os 320 litros são facilmente expansíveis para 1.200, mediante rebatimento dos assentos traseiros.
Ao colocar o 1.5 Dci em funcionamento, passamos a dispor de 90 cv bem escalonados através da transmissão manual de cinco relações, que poderia ter um selector mais preciso. Ainda em termos dinâmicos, este Stepway já configurado como Euro 5, é apresentado com controlo de estabilidade, “airbags” frontais e laterais e uma direcção mais precisa. Ainda no volante, a possibilidade de contar com o acelerador automático com limitador de velocidade. No entanto, a via dianteira ainda não evoluiu o suficiente – em especial se tivermos a do Clio como referência. Daí resulta a escassa filtragem das vibrações em mau piso, sendo o comportamento dinâmico bastante satisfatório em bom piso ou nas manobras de estacionamento. Devido à ampla área vidrada a visibilidade é boa, sendo esta uma das características que torna fácil a condução deste Stepway.

Um Sandero mais alto

Com a possibilidade de reciclar 95% do automóvel e 7% dos compósitos aplicados serem reciclados, o Sandero Stepway é um modelo actual, facto enfatizado pela normalização Euro 5, no tocante às emissões de gases poluentes. O facto de estar a mais 26 mm do solo do que o Sandero e equipar jante 16″, torna este Stepway mais eficaz e funcional, sempre com a bandeira dos euros bem desfraldada, quer nos custos de aquisição, como nos valores dispendidos na utilização e manutenção programada.

Gostámos Mais

  • Habitabilidade e bagageira
  • Equipamento série face ao preço
  • Comportamento dinâmico
  • Relação preço/desempenho
  • Preço dos opcionais

Gostámos Menos

  • Qualidade dos materiais/finalização
Preço Base 10 714,57 €
ISV 2 252,91 €
IVA 2 982,52 €
Ecotaxa 6,80 €
Documentação 819,00 €
€ chave na mão 16 775,80 €
IUC 130,10 €