Download PDF

O design renovado e fluido da Forza 125 começa logo no novo pára-brisas eléctrico, que oferece 140 mm de regulação; este elemento foi concebido para oferecer excelente protecção contra o vento (os fluxos aerodinâmicos passam à volta e por cima da cabeça do condutor) e também para reduzir o ruído do vento. Este sistema permite alterar instantaneamente a posição do pára-brisas para maior estabilidade e conforto na condução a alta velocidade – e para grandes distâncias; na sua posição mais baixa, o pára-brisas oferece uma maior liberdade e, basta accionar o interruptor no punho esquerdo para o mover ao longo do seu curso de 140 mm. A largura do guiador manteve-se nos 754 mm, tal como a altura dos espelhos retrovisores, com 1.125 mm, as dimensões perfeitas para passar no meio do trânsito congestionado das ruas da cidade – um dos pontos de desenvolvimento já na Forza 125 de 2017 foi o aumento da altura dos espelhos para evitar conflitos com os espelhos dos carros. A altura do banco não foi alterada, mantendo-se nos 780 mm e oferece bastante espaço para dois; a posição de condução é confortável e segura. Os piscas dianteiros e traseiros são agora de LEDs e complementam o farol à frente e o farolim atrás.

 

Mediante a Smart Key a nova mala de 45 litros tranca automaticamente

O espaço debaixo do banco aumentou de 48 para 53,5 litros e tem capacidade para dois capacetes integrais, podendo ser dividido para levar um só capacete e/ou o equipamento de chuva e pastas de tamanho A4. O compartimento da carenagem à frente do lado esquerdo tem tampa com tranca e o seu espaço pode ser arranjado segundo as conveniências do condutor, por exemplo: para levar um telemóvel ou uma garrafa de água. Também podemos encontrar aqui uma tomada de 12 V para acessórios. O sistema Smart Key da Forza 125 – para além de controlar o botão da ignição e o fecho do compartimento – agora também comanda a mala opcional amovível de 45 litros, uma novidade numa scooter Honda. Com a Smart Key no bolso do condutor, a “top case” tranca automaticamente quando o condutor se afasta. A top case também pode ser trancada com a chave. O interruptor da “top case” está no fundo e, para manter o volume interno o mecanismo actuador está localizado na parte de trás da moto.

 

O painel de instrumentos foi revisto e possui um velocímetro e um conta-rotações, ambos analógicos, flanqueando o mostrador digital com 3 modos de funcionamento (controlado por um interruptor no punho esquerdo): conta-quilómetros totalizador, autonomia restante e consumo actual; conta-quilómetros parcial, consumo médio e cronómetro; ou temperatura ambiente e sensor da bateria. As linhas de design incisivas da Forza e a sua presença contemporânea têm uma grande quota-parte do sucesso deste modelo, desde o seu lançamento no ano de 2015. Agora para 2018, este modelo foi substancialmente redesenhado. Apesar de as linhas de design continuarem a ser arrojadas e inconfundivelmente pertencerem à Forza 125, cada painel foi revisto no sentido de dar à scooter uma aparência ligeiramente mais suave e mais madura, com uma frente que se sente mais robusta e linhas de design ligeiramente mais suaves. Outros pontos de realce do novo “look”, são os pontos de assinatura pretos da frente e das carenagens laterais, para além do carácter desportivo mais acentuado. A Forza 125 vai estar disponível em vários tons cromáticos com duas novidades: vermelho metalizado mate carnelian/preto pérola nightstar. Branco pérola mate cool/cinzento metalizado mate cynos, além das prata metalizado mate lucent/azul pérola mate pacific, cinzento metalizado mate cynos/cinzento metalizado mate carbonium e preto/cinzento metalizado mate cynos.