Download PDF

lateral frente com malasCom um novo importador desde o início do ano, a Aprilia, tem na Caponord Rally, mais um modelo para ir à conquista de seguidores. E terá de o fazer, num exigente segmento de mercado, no qual dominam as presenças alemã e japonesa. No entanto, ao modelo italiano não lhe faltam argumentos, a começar pela evolução na qualidade dos materiais empregues e respectiva finalização. Outro dos argumentos, tem a ver com a ampla lista de equipamentos de série, à qual se junta umalateral e traseira diversificada lista de opcionais. Nesta, destacamos a redução de altura ao solo, de série na cota dos 840 mm.

Em euros e no tocante aos números mais importantes, aos quais acrescem as despesas administrativas (602 €) estes são três: 13.715 para a Caponord; 15.790 para a Travel Pack; 18.895 para a Caponord Rally.

 

lat ft mov 73 Caponord Rally

O V2 disponibiliza três utilizações distintas, através da gestão dos 100 ou 125 cv

Num brevíssimo contacto aos comandos da Caponord Rally, começámos por avaliar as três escolhas na gestão da potência do V2. Com uma elasticidade agradável de utilizar, num motor disponível entre as 2.000 e 8.000 rpm, os primeiros quilómetros foram efectuados no módulo R. A pensar no tempo de chuva, este módulo limita a potência aos 100 cv, mas o que mais nos agradou foi a suavidade na progressão da aceleração, mesmo que se enrole punho de uma forma mais agressiva. A posição intermédia T, está configurada para quem não precisa de se preocupar com a suavidade, ou não está com predisposição, para aplicar à jante 17” os 125 cv desta Rally… com S.

 

 

 

109 Caponord Rally pendura mov

A suspensão adaptativa varia de acordo com o peso aplicado sobre a moto. A electrónica interpreta a presença de pendura, malas laterais e “top-case” que pode ir até aos 52 litros.

Quando exigimos mais da Caponord Rally, apreciámos a suspensão adaptativa, que varia em função do peso sobre a moto e condições do piso, e também gostámos da eficaz travagem. Como atrás referimos, gostámos da suavidade do motor, embora o escape seja algo ruidoso, característica que em viagens mais longas, é capaz de se tornar incomodativo. No painel de instrumentos, existe alguma informação relativa à moto, motor e viagem, mas gostaríamos de olhar para um painel, no qual a leitura fosse mais fácil. Por exemplo, a identificação da suspensão adaptativa está sempre a piscar, apresentando alternativamente as três funções (condutor pendura e malas).A busca dos vários sub-menus, poderia ser mais intuitiva, sendo esta efectuada mediante funcionais e ergonómicos comandos, como o dos punhos aquecidos ou a variação de gestão na potência do motor. Com uma posição de condução confortável e ergonómica, o vidro da Caponord Rally é fácil de ajustar e contribui para o conforto em viagem, numa 1200 que não deixa os créditos por mãos alheias.

 

instrumentos   punho direito