Download PDF

A equipa Land Rover BAR apresentou a embarcação com a qual acreditam que vão fazer história no mundo da navegação. O modelo é um dos mais rápidos e tecnologicamente avançado na água, uma vez que os engenheiros da Jaguar Land Rover conceberam este modelo apenas com um objectivo em mente: conquistar o troféu desportivo mais antigo do mundo. Já passaram 50 anos desde que a selecção inglesa de futebol conquistou um título importante. Os amantes do ténis tiveram de esperar 77 anos para que um inglês sucedesse a Fred Perry, como campeão na categoria individual em Wimbledon. No entanto, o Reino Unido nunca ganhou a America’s Cup nos seus 166 anos de existência. Com justificadas ambições e fundamentadas expectativas, Georgie e Bellatrix Ainslie, mulher e filha de Sir Ben Ainslie, apresentaram a ‘Rita’ nas Bermudas. A história deste nome está repleta de vitórias, uma vez que acompanhou Sir Ben durante todo o seu percurso profissional.

A equipa BAR contou com as competências de engenharia utilizadas pela Jaguar Land Rover para criar os veículos mais avançados. A aerodinâmica, a aprendizagem activa, a inteligência artificial e as tecnologias com base em maquetes virtuais, contribuíram para que a embarcação navegue mais depressa. De acordo com o director de pesquisa e desenvolvimento da Jaguar Land Rover: Levámos a cabo testes de aerodinâmica pioneiros no sector, para confirmar o desenho da vela rígida utilizada neste modelo final. Utilizámos os nossos conhecimentos de análise e construção de automóveis para optimizar o desenho estrutural das quilhas, semelhantes às pranchas de surf na neve. A sua função é importantíssima, uma vez que cada quilha tem de suportar 2400 kg, o peso de um Land Rover Discovery, sublinhou Tony Harper. 

A America’s Cup tem início a 26 de maio de 2017 com a primeira ronda classificativa. O vencedor receberá o troféu no final de Junho. A Land Rover BAR terá como adversários as equipas dos Estado Unidos, França, Suécia, Nova Zelândia e Japão.