Download PDF

Os radiadores laterais concedem eficácia e alguma harmonia estética nesta 1200 Super Teneré de dois cilindros

Yamaha XT 1200 Super Teneré Raid Edition

Os que conhecem a carreira do Mr Bean, sabem que nem sempre é preciso falar para que as coisas se tornem divertidas. Por vezes, as coisas mais evidentes estão à nossa frente, e só precisamos de pequenos “click” para tornar algo eficaz nas soluções, funcional no desempenho, e divertido na utilização. Chegámos a estas conclusões, após um breve contacto aos comandos da XT que adoptou a edição Raid Edition para caracterizar alguns dos equipamentos. Quanto ao posicionamento no mercado e face ao rival histórico, em nossa opinião esta ST acaba por ser uma “crossover” ou seja, integra conceitos da Crosstourer e da Africa Twin. Por outras palavras, em alguns aspectos concede uma utilização turística e mais vocacionada para o conforto, ao mesmo tempo que permite adoptar uma postura mais reactiva e exigente na pilotagem.

preço-base

isv

iva

despesas

pvp

iuc

19.510,00

127,44

*

 

Bem encaixados entre depósito e assento de altura variável, demos conta de uma boa ergonomia dos diversos comandos

Numa moto com quase um metro de largura máxima (980 mm), a altura do assento ao solo pode ser ajustada em 845 ou 870 mm, o vidro pode ser ajustado em altura (quatro posições), enquanto a taragem das suspensões, pode ser ajustada de acordo com um ou dois passageiros e malas. O mapeamento do motor pode ser ajustado para uma utilização mais tranquila ou outra mais reactiva, enquanto na travagem e além do ABS, existe uma forma de accionar os discos dianteiro e traseiro através da manete, utilizando-se o pedal quando apenas se pretende accionar o disco traseiro. Nesta XT com transmissão por “cardan” com amortecimento elástico, contámos com malas laterais de 32 litros cada, longas e profundas mas não suficientemente largas para alojar um capacete. O depósito de 23 litros concede o encaixe perfeito em termos de posição de condução e autonomia.

 

Em circulação urbana e tirando partido dos ajustes suaves para motor e suspensões, a Super Teneré torna-se mais fácil de guiar

Logo que montamos a Super Teneré, percebemos que os 265 kg colocam algumas exigências em acção. Bem encaixados entre depósito e assento, cedo percebemos que comandar o mapeamento do motor ou desempenho das suspensões, podem ser feitos em andamento, característica muito funcional, porquanto podemos ajustar moto e condução de acordo com o piso que encontramos pela frente. Mais vivo quando seleccionado o modo ‘S’ o motor começa a ganhar vitalidade entre as 2.000 a 3.000 rpm e acima destas, evoluir na transmissão de seis relações, torna-se mais fácil e rápido quando optamos pelas ‘directas’ sem embraiagem. Entre as 3.000 e as 7.000 rpm o 1.200 de dois cilindros permite maravilhas, exigindo alguma habituação ao efeito travão-motor, quando em desaceleração, na qual percebemos o efeito elástico da transmissão por “cardan”. Em modo ‘T’ as acelerações e reprises são mais suaves, mas nem por isso o motor deixa de ser brilhante nos vários regimes, acima das 3.000 rpm. Outro dos pontos de que gostámos tem a ver com a eficácia do sistema de travagem, também este a conceder uma agradável suavidade no funcionamento e progressividade na eficácia. Em resumo esta “Raid Edition” faz justiça à designação. Por um lado concede vários ajustes ao nível das suspensões, utilização do motor e posição de condução, enquanto por outro lado, mantém as características que notabilizaram as gamas XT ao longo tempo. Num breve contacto aos comandos, obtivémos consumos a rondar os 6,0 litros/100 km.

Gostámos – Gostámos +
– ausência de piscas automáticos

– malas laterais estreitas

– Versatilidade de utilização

– Conforto de rolamento

– Ergonomia e comandos

– Consumos de combustível/autonomia

– Eficácia dinâmica

Características técnicas

Yamaha XT 1200 Super Teneré Raid Edition
motor 2 cil-8V, 1.199 cc, DOHC, inj elec, carter seco
potência kW(cv)/rpm 82,4 (112,0)/7.250
binário Nm (kgm)/rpm 117,0 (11,9)/6.000
transmissão Traseira por cardan com seis relações
jantes – pneus 110/80 R19 M frente; 150/70 R17 M atrás

Yamaha XT 1200 Super Teneré Raid Edition