Download PDF

O primeiro Volvo a receber o troféu “Car of the Year” tem por base a nova plataforma CAM sobre a qual se disponibilizam várias motorizações e sistemas de tracção.

Chegou em 2018 com o objectivo de preencher a lacuna dos pequenos SUV da marca sueca. Face ao ano transacto as vendas aumentaram 18% e, nos primeiros sete meses deste ano, as vendas globais chegaram às 87.085 unidades. Construído sobre a nova plataforma CAM – Compact Modular Architecture, este modelo foi o primeiro a receber o troféu “Car of the Year”. Perante tal cartão de visita e num automóvel que não chega aos quatro metros e meio (4.425 mm), não é fácil identificar as potencialidades e valores propostos para as diversas versões, a começar pela proposta para empresas (>35.000 €+iva). Ao analisar a cota de largura medida nos topos dos retrovisores (2.034 mm) este é um dos mais largos dentre os ‘pequenos’ SUV, acontecendo o mesmo com a altura (1.652 mm) para a qual também contribuem as rodas 20” desta versão R-Design, daí a diferença de valores a face à configurada para empresas. Na bagageira estão disponíveis de 452 a 1.328 litros mediante rebatimento dos assentos traseiros.

Pensado para clientes particulares, o Volvo Avantage é um crédito flexível com uma entrada inicial inferior a 30% e uma mensalidade entre 36, 48 ou 60 meses e 10, 15, 20, 25 ou 30.000 km/ano. No final existe um de escolhas: optar por um novo Volvo e devolver o anterior; refinanciar a ultima renda e continuar com a viatura; pagar a última renda e comprar o automóvel.

Valores em €

preço-base

isv

iva

despesas

pvp

iuc

58.469,00*

137,14

* inclui 4.415,00 € de opcionais

Financiamento em €

Entrada

Prazo

Km

Revisões

Docs

Pneus

Seguro

Renda €

0%

48 meses

100.000

sim

sim

sim

sim

*

* iva incluído+viatura de substituição e assistência em viagem

Com bons acessos e habitabilidade este XC 40 evidencia um bom nível de finalização e filtragem de vibrações ou ruídos.

Com bons acessos ao interior, tanto nos lugares dianteiros como traseiros, o XC 40 concede boa habitabilidade e agradável utilização, extensível à bagageira de piso plano com algum espaço para arrumos sob a base, colocada a 755 mm do solo. Nos assentos é comum a firmeza concedida através dos estofos, sendo esta enfatizada pela existência de pneus 45 montados em jantes de 20”. Recordamos que esta é uma versão “R-Design” que perfaz dos 0-100km/h em 7,3 segundos, sublinhando a desportividade do modelo, equipado com suspensões independentes e um eficaz sistema de travagem. No entanto, além do espaço interior e boas cotas de habitabilidade, estamos em presença de um PHEV. Isto significa peso de ordem em marcha, ou seja um híbrido que pode rolar com base no motor eléctrico, que auxilia ou apoia o motor a gasolina. É desta conjugação que nascem os três modos de utilização: um mais económico; um intermédio; e um outro mais performante e a utilizara plenitude dos 262 cv.

 

A segurança activa continua a ser um dos pontos fortes da marca que propõe três modos de utilização neste modelo

Aos comandos e face a estas características, podemos utilizar este XC 40 de três formas distintas: tirando partido do espaço interior e potenciar a economia de energia, ficando limitado a escassas dezenas de quilómetros e condicionado às limitações de carregamento eléctrico – que podem ir desde a obtenção do cartão até encontrar um posto de carregamento; focar a utilização nos diversos sistemas à disposição, tanto na conectividade como na gestão da viagem e veículo; e por fim mas não menos importante, usufruir de uma dinâmica apurada, desde o manuseamento do volante, ao escalonar da caixa, e resultantes da pressão no pedal do lado direito e patilhas no volante.

Por se tratar de um veículo com dois motores, os consumos e médias são apresentados de forma diferente neste contacto ao volante, contando com a carga inicial que registava uma autonomia de 36 quilómetros. Face às performances e peso do automóvel, aqui ficam os registos:

100 km

200 km

300 km

350 km

médias

5,6 a 44,0 km/h

6,9 a 61,0 km/h

7,2 a 48,0 km/h

7,3 a 46,0

6,8 a 49,8

 

Gostámos – Gostámos +
– Espaços para arrumos no habitáculo – Comportamento dinâmico/ 3 modos

– Equipamento de série e segurança activa

– Conforto de rolamento/insonorização

– Consumos combustível

– Bagageira e modularidade habitáculo

5 estrelas Euro NCAP em 2018

Características técnicas

Volvo XC40 T5 PHEV
motor

3 cil-12 V, 1.477 cc, DOHC, turbo inj dir, Euro 6 D temp

potência kW(cv)/rpm

132,4+60,3 (180,0+82,0)/6.000

binário Nm (kgm)/rpm

265,0+160,0 (25,9+15,6)/

transmissão

dianteira, automatizada sete relações

jantes – pneus

20” – 245/45 R 20

Volvo XC 40 com três faces