Download PDF

Com apresentação simultânea das configurações para mercadorias e passageiros, a Opel revelou a 4ª geração do Zafira e a 3ª geração do Vívaro, que fazem parte da estratégia de electrificação dos ‘comerciais’ da marca alemã, integrada no Grupo PSA automobiles. Já disponíveis para encomenda, os primeiros Vivaro-e serão entregues no final do ano, enquanto os Zafira-e têm entrega prevista para os princípios de 2021.

Mediante três comprimentos de carroçaria e altura inferior a 1,90 metros para assim terem acesso aos parques de estacionamento, os novos furgões da Opel contam com o motor de 100 kW, que disponibiliza três utilizações: a de potência plena; a normal que utiliza 80% da potência e binário; e uma escolha “eco” que utiliza 60% das potência e binário. No que diz respeito às baterias, estão disponíveis as de 216 módulos para 50 kW e as de 324 módulos para 75 kW, alterando deste modo as autonomias para 230 e 330 km (WLPT) respectivamente. Todavia, de acordo com os responsáveis da marca e em circuito urbano, a autonomia pode chegar aos 477 km nas versões de 75 kW.

Nos Vivaro e Zafira-e as baterias estão alojadas sob a plataforma, de forma a não comprometerem a utilização, que pode ir até aos 1.275 kg nas versões de mercadorias, e 6,7,8 ou 9 passageiros nos Zafira-e. Um sofisticado sistema de travagem regenerativa, recupera a energia produzida em travagem ou desaceleração, com o objectivo de aumentar a eficiência. Com 100 kW (136 cv) e 260 Nm de binário, os Vivaro e Zafira-e permitem a velocidade máxima de 130 km/h.

 

 

Novos Vivaro e Zafira-e da Opel