Download PDF

Disponível para entrega em 2021 o novo Mokka terá em simultâneo as versões térmicas e eléctrica

Eléctrico, sem emissões e enérgico. Este é o novo Opel Mokka. A marca alemã revelou a segunda geração do seu “bestseller” compacto, e o Michael Lohscheller, CEO da Opel, não esconde o entusiasmo com o novo modelo: O novo Mokka não deixa ninguém indiferente e vai mudar a percepção da nossa marca. Com o Mokka, estamos a reinventar a Opel e a lançar o nosso novo “design” para a próxima década. O Mokka mostra tudo o que a marca representa hoje e no futuro. É divertido, eficiente e inovador em todos os aspectos. Além disso, agrega na perfeição os valores da marca Opel – uma marca emocionante, sociável e alemã – na perspectiva mais vanguardista. É o primeiro Opel eléctrico logo desde o lançamento no mercado, o que prova que a Opel se tornou eléctrica, completa Michael Lohscheller.

Apesar de uma distância entre-vias ligeiramente superior (+2 mm), o novo Mokka é mais curto (- 125 mm) do que o modelo da geração anterior, mantendo a capacidade para  cinco passageiros e volumetria da bagageira nos 350 litros. O comprimento total (4.150 mm) permite que o novo Mokka seja muito fácil de manobrar e estacionar em zonas urbanas. O “design” do novo Opel surpreende com proporções perfeitas e linhas bem marcadas que sublinham uma aparência arrojada, caracterizada por projecções curtas e vias largas, ao mesmo tempo que exibe pequenos detalhes que fazem a diferença. O recém-chegado modelo destaca-se também por ser o primeiro Opel a apresentar a futura imagem exterior da marca e um posto de condução totalmente digital: o Opel Vizor e o Opel Pure Panel, respectivamente. Os desenhadores desfizeram-se de mostradores analógicos e animações decorativas sem utilidade prática. A informação apresentada é límpida e concentra-se no que realmente é necessário, sem complicações. A instrumentação na horizontal integra dois visores panorâmicos num painel de 12″.

O novo Mokka dá continuidade à tradição da Opel de tornar as tecnologias inovadoras de veículos de classes superiores acessíveis a uma vasta gama de clientes. Essas tecnologias incluem sistemas avançados como o acelerador automático adaptativo (Advanced Cruise Control) com função ‘”stop&go” permite ao condutor lidar tranquilamente com os congestionamentos de trânsito. O Mokka-e adapta-se automaticamente ao andamento do veículo da frente sem necessitar de qualquer intervenção nos travões ou no acelerador. Além disso, um sistema de posicionamento activo na faixa de rodagem mantém automaticamente o novo Mokka no centro da faixa de rodagem. O sistema de iluminação também oferece tecnologias de classe superior com os faróis “IntelliLux” de matriz de “led”, formados por 14 elementos, que são tecnologia inédita na classe. Todas as versões do modelo Mokka possuem, de série, iluminação “led” à frente e atrás, travão de estacionamento eléctrico e reconhecimento de sinais de trânsito. Está também disponível uma câmara traseira panorâmica de 180º.

Mediante utilização de uma nova plataforma, a Opel reduziu o peso e melhorou a rigidez torsional

O novo Mokka tem como base uma nova versão da plataforma multi-energia CMP (Common Modular Platform), altamente eficiente. Este sistema modular de baixo peso oferece a máxima flexibilidade no desenvolvimento de veículos e é compatível com a utilização de propulsão totalmente eléctrica a bateria, bem como de motores de combustão interna. Em Rüsselsheim, a equipa de engenheiros trabalhou com especial atenção na contenção do peso, poupando até 120 kg em relação à geração anterior, mas também no aumento da rigidez da estrutura do automóvel, reforçando a resistência à torção até 30% no caso da versão eléctrica, que beneficia de uma estrutura de baterias integrada e posicionada sob o piso. As vantagens desta estratégia de baixo peso são óbvias. O novo Mokka consome substancialmente menos energia e, simultaneamente, é muito mais ágil, dinâmico e divertido de conduzir.

No Mokka existem diversas formas de carregamento eléctrico

Pela primeira vez na História da Opel, o Mokka estará disponível, logo no lançamento, com uma versão com motorização eléctrica. A condução do Mokka-e alia as vantagens da circulação com zero emissões a uma experiência estimulante. O motor eléctrico fornece 100 kW (136 cv) de potência e 260 Nm de binário máximo, imediatamente disponível a partir do arranque. As reacções rápidas, a agilidade e a dinâmica estão entre as características mais marcantes deste novo Opel. O condutor pode escolher entre três modos de condução – Normal, Eco e Sport – para um desempenho equilibrado ou mais dinâmico. A velocidade máxima, limitada electronicamente, é de 150 km/h de forma a preservar a energia armazenada na bateria de 50 kWh, e a autonomia. O equipamento de série inclui um sistema de recarregamento rápido (100 kW DC), que permite obter 80% de carga da bateria em apenas 00:30 minutos. O Opel Mokka-e tem uma autonomia máxima de 322 quilómetros (norma WLTP¹) no modo de condução Normal. O modo Eco proporciona o nível máximo de autonomia. O novo Mokka-e está preparado para todas as opções de recarregamento, seja o sistema monofásico ou trifásico de 11 kW, com ‘wall box’, carregamento rápido ou por cabo numa tomada doméstica. Não menos importante é a garantia de oito anos para a bateria. As encomendas no novo Opel Mokka abrem no final do verão de 2020 As primeiras unidades chegam aos concessionários no início de 2021. Da gama do novo modelo também farão parte motores Diesel e a gasolina da mais recente geração.

Novo Opel Mokka em 2021