Download PDF

O novo 500 teve estreia institucional, primeiro no Palácio do Quirinal, onde o modelo totalmente eléctrico da Fiat Chrysler Automobiles foi apresentado ao presidente da República Italiana, Sergio Mattarella, por John Elkann, CEO da FCA, Pietro Gorlier, COO da FCA para a Região EMEA e Olivier Francois, presidente da Fiat Brand Global. A administração da FCA viajou depois para o Palácio Chigi para apresentar o novo 500 a Giuseppe Conte, primeiro-ministro de Itália. O novo 500 BEV foi criado, desenhado e desenvolvido em Torino, como um produto genuinamente “Made at Fiat” e “Made in Torino”. Apenas mais um brilhante exemplo da criatividade e inovação de que a Fiat e a cidade – onde a Fiat foi fundada há mais de 120 anos – tanto se orgulham. Isto está também demonstrado em todas as iniciativas de e-Mobility criadas no complexo de Mirafiori, entre as quais se inclui o projecto-piloto Vehicle-to-Grid (V2G) que, uma vez concluído, representará a maior instalação do género no mundo.  No fim de 2021, a infraestrutura terá capacidade para interligar até 700 veículos eléctricos, conseguindo fornecer serviços de rede ultrarrápidos ao operador de distribuição de energia, além de carregar os próprios veículos.

 

Para desenhar o futuro do 500, a Fiat partiu daquilo que fez do modelo aquilo que hoje é. O mesmo aconteceu também na primeira geração, que ofereceu mobilidade e liberdade nos anos sessenta. O 500 representou uma vaga de mudança, uma viatura sempre na crista da onda que se afirmou como um ícone desde o lançamento, há 63 anos. Com a segunda geração, de 2007, o Fiat 500 tornou-se um exemplo daquela moda e daquele estilo italianos que conquistaram o mundo. Agora, num momento em que se espera que a mobilidade seja mais sustentável, conectada e autónoma, a terceira geração do Fiat 500 está mais uma vez na vanguarda, trazendo consigo “design” e prazer de condução, a par do valor simbólico, do excepcional estilo e da forte personalidade que passaram a fazer parte integrante do inconsciente colectivo. Tal como nos anos sessenta, quando o 500 deu vida à mobilidade de massas, elevando a cultura italiana e a vida despreocupada a um outro nível, o Novo 500 está agora a personalizar a positividade e o recomeço, tornando-se o seu porta-estandarte e levando até uma nova dimensão a sustentabilidade da mobilidade urbana eléctrica.

Novo Fiat 500 eléctrico