Download PDF

A Loncin 300 R declina numa versão mais desportiva e disponível apenas em branco

Loncin prepara novas naked para o mercado

O fabricante asiático Loncin sempre se caracterizou pela produção de motos e scooters utilitárias de pequena cilindrada, principalmente com destino ao seu vasto mercado doméstico. Agora, a marca de Chongqing (a capital mundial no que respeita à produção de motos) dá o salto para motos mais sofisticadas e de alta qualidade nas médias e altas cilindradas, para o que criou a sua nova marca premium, a Voge. A boa qualidade destes modelos está bem patente na confiança que as marcas europeias têm na Loncin, que conta com uma grande experiência a fabricar motores, como, por exemplo, para a austríaca Rotax, para a espanhola Rieju (a Tango 250) ou mesmo, mais recentemente, com o acordo assinado com a italiana MV Agusta para produzir novos motores de 350 e 500 cc que se destinam a equipar motos que verão a luz em 2021. Este acordo com a MV Agusta também permitirá à Loncin produzir uma nova mecânica de 800 cc desenvolvida para modelos de alta gama da sua marca Voge, num futuro próximo.

De momento, a primeira frente de ataque da Voge no mercado português irá centrar-se em três modelos “naked” e desportivos nas cilindradas de 300 e 500 cc. O denominador comum entre todos eles é o esmero do seu fabrico e acabamentos, para além de contar com componentes das principais marcas japonesas e europeias, como é o caso das suspensões KYB Kayaba (com forquilha invertida), conjunto de travões Nissin (duplo disco dianteiro em todos os modelos) e sistema de anti-bloqueio de travagem ABS Bosch de última geração. A tudo isto há que acrescentar o recurso a mecânicas de alto rendimento, completíssimo painel de instrumentos com ecrã digital LCD, tecnologia de iluminação LED, estética agressiva e muito atractiva e um preço contido – tudo com a garantida que representa a Motorien a nível de importação e de serviço pós-venda.

Os primeiros modelos que a marca vai introduzir em Portugal são os Voge 300 R a partir de Setembro nas cores negro ou vermelho, por um preço de 3.895 €. Emprega um quadro multitubular com braço oscilante assimétrico também de construção tubular, com a forma de “banana” no lado direito para salvaguardar a saída do seu curto e recolhido silenciador de escape. O motor empregue é um monocilíndrico refrigerado por água, de curso curto, com uma capacidade de 292 cc, com cabeça DOHC de 4 válvulas e caixa de 6 velocidades, registando uma potência máxima de 25,8 cv às 8.500 rpm e um binário de 23 Nm às 6.500 rpm. A base da naked 300R dá origem à 300RR, com a qual partilha o mesmo quadro, braço oscilante multitubular, suspensões e travões, e motor de 25,8 cv de potência. A 300RR estará disponível em todos os pontos de venda autorizados em Portugal apenas na cor Branco e ao preço de 3.995 €

De momento, a Voge 500R converte-se no porta-estandarte da marca. Esta “naked” desportiva distingue-se por empregar um quadro perimetral com um berço simples e motor bicilíndrico em linha de 471 cc. Por seu lado, o braço oscilante assimétrico é em alumínio fundido, exibindo – como na 300R, do lado direito – uma forma de “banana” para salvaguardar a saída de escape. O motor debita 43,5 cv à 8.500 rpm, perto do limite do permitido para poder ser conduzido pelos detentores de carta A2 (máximo de 35 kW), e um generoso binário de 40 Nm às 7.000 rpm. A Voge 500R estará disponível nas cores negro ou numa versão em dois tons, cinza/azul, a um preço bastante acessível: 5.595 €. A Voge conta com a garantia e experiência da Motorien – Desmotron Portugal na sua importação e serviço de pós-venda, uma reputada empresa dedicada à importação e distribuição de motos desde há mais de 30 anos. Actualmente comercializa em Portugal e Espanha as marcas Royal Enfield, Norton, Daelim, Hyosung, Hanway e Scomadi.

Loncin prepara novas naked para o mercado