Download PDF

A Hyundai recebe mais uma cobiçada distinção, nos prestigiados prémios “Auto Trophy 2018”. Os
editores da revista de automóveis alemã “Auto Zeitung” escolheram a Hyundai como marca mais inovadora. Este prestigioso prémio destaca a vasta gama de veículos ecológicos da Hyundai, assim como a ambição da marca em se tornar líder na mobilidade do futuro.
Volker Koerdt, chefe de redação da “Auto Zeitung”, escreveu sobre a liderança tecnológica da
Hyundai no editorial da edição de 28 de Novembro de 2018: A Hyundai fabrica todo o tipo de automóveis, desde os compactos desportivos aos híbridos “plug-in”, passando pelos eléctricos e pelo “fuel cell NEXO.”

Para o vice-presidente de marketing e produto na sede europeia: A Hyundai já está a liderar a mobilidade do futuro e continua a ser o único construtor a produzir em série as principais motorizações alternativas. O nosso espírito progressista está também reflectido na estratégia de sustentabilidade global cujo objectivo é lançar 18 novos modelos ecológicos até 2025, incluindo oito híbridos,
quatro híbridos “plug-in”, cinco veículos eléctricos e um eléctrico “fuel cell”. Estamos muito satisfeitos com o reconhecimento da nossa estratégia e sucesso pela “Auto Zeitung” ao eleger-nos a marca mais inovadora sublinhou Andreas-Christoph Hofmann.

 

O IONIQ da HyuAndreas-Christoph Hofmannndai, lançado em 2016, é o primeiro automóvel do mundo com três motorizações eléctricas para uma mesma carroçaria (híbrida, “plug-in” e eléctrica), este modelo torna a mobilidade ecológica acessível a todas as pessoas. No início deste ano, a Hyundai expandiu a sua gama de motorizações alternativas com o novo Kauai Electric, o primeiro SUV compacto totalmente eléctrico na Europa. Em 1998, a Hyundai começou a investigar a tecnologia “fuel cell” e, desde então, tem sido um forte impulsionador do seu desenvolvimento. Dado que mais de 70% de todos os automóveis “fuel cell” a circular na Europa são Hyundai, a marca é já um líder de mercado nesta tecnologia. No entanto, o compromisso da empresa relativamente aos veículos elétricos a hidrogénio não se limita ao desenvolvimento e às vendas.