Download PDF

Entre 1991 e 1993 conseguiram duplicar a velocidade e a autonomia do Sonata Electric, modelo que antecedeu o Accent EV que em 1995 chegava aos 390 km de autonomia e 140 km/h de velocidade máxima.

Apesar dos veículos eléctricos e híbridos só terem começado a ser amplamente comercializados na década passada, a Hyundai revelou o seu primeiro veículo 100% eléctrico em 1991. O “concept” Sonata Electric Vehicle era dotado de bateria de chumbo-ácido, concedia uma autonomia de 70 quilómetros e velocidade máxima de 60 km/h. Dois anos depois e com semelhante tecnologia, o EV Sonata conseguia duplicar as autonomia (140 km) e velocidade máxima (120 km/h). O passo seguinte permitiu a abertura do Centro de Pesquisa e Desenvolvimento em Namyang-Coreia do Sul, em 1995. Isto conduziu ao desenvolvimento de veículos elétricos com baterias de níquel metal hídrico, como o concept Accent EV. Este modelo ofereceu uma autonomia aprimorada de 390 quilómetros e uma velocidade máxima de 140 km/h.

 

 

Na entrada do novo milénio, as preocupações ambientais começaram a ser uma tendência, respondida mediante o desenvolvimento do Santa Fe Fuel Cell, em 2000. O primeiro FCEV com um tanque de hidrogénio de 350-bar, era equipado com uma pilha de combustível de 75 kW e oferecia uma autonomia de 230 quilómetros. Embora estas estatísticas fossem impressionantes na altura, a falta de infra-estruturas para veículos movidos a hidrogénio, condicionou a produção em série. No salão automóvel de Geneve, em 2004, a Hyundai anunciou a segunda geração “concept fuel cell”, o Tucson FCEV, equipado com uma nova bateria de polímero de lítio. Este incorporou uma serie de avanços técnicos, incluindo uma pilha de combustível de 80 kW e uma autonomia de 300 quilómetros.

 

O Avante LPI Hybrid em 2009, foi o primeiro veículo do mundo a ser movido por um motor de combustão interna, construído para funcionar com gás de petróleo liquefeito (GPL) como combustível e baterias de polímero de lítio, desenvolvidas pela marca e parceiros locais. Estas têm a vantagem de serem mais leves e de possuírem uma potência mais elevada. Em Setembro de 2010 em Seoul o “BlueOn” com base no i10, foi o primeiro eléctrico em produção, apresentado com 140 quilómetros de autonomia e uma velocidade máxima de 130 km/h.

 

Em 2011 foram iniciadas as vendas do Hyundai Sonata Hybrid. Para além de ser o primeiro veículo híbrido convencional a utilizar baterias de polímero de iões de lítio, o Sonata Hybrid estava equipado com a tecnologia “Blue Drive” da Hyundai que melhorou o consumo de combustível e reduziu as emissões. Foi também o primeiro híbrido a operar com Transmission Mounted Electric Device (TMED). Um marco importante na Eco Mobilidade deu-se em 2013, com o ix35 Fuel Cell de 100 kW (136 cv) depósito de 5,64 kg de Hidrogénio, e bateria de polímero de lítio de 24 kWh. Com o reabastecimento rápido e autonomia de 600 quilómetros, combinada com a ausência de emissões de CO2, providenciava benefícios quer para os clientes quer para a sociedade.

 

Em 2016, o IONIQ, foi o primeiro modelo do mundo a oferecer três motorizações ecológicas na mesma carroçaria: Hybrid, Plug-in Hybrid e Electric. Construído em Alumínio e aço de resistência elevada, inclui materiais reciclados e orgânicos, reduzindo a dependência de produtos à base de crude. Em 2018 o NEXO, trouxe a segunda geração de veículos “Fuel Cell” e cedo se tornou no porta-estandarte a nível tecnológico. Apresentando a melhor autonomia do segmento, 666 quilómetros, o NEXO combina mobilidade com as mais recentes tecnologias de condução autónoma e avançados sistemas de assistência à condução. No final de 2018 foi a vez do SUV eléctrico Kauai, que superou as expectativas no mercado europeu. Disponível com duas escolhas de 39,2 kWh e 64 kWh, concede uma autonomia até 484 quilómetros com uma única carga.

Até 2025 a Hyundai pretende ser um dos três principais fornecedores de veículos eléctricos na Europa. Para chegar a esse ambicioso objectivo e além da gama de modelos, a marca criou uma interessante ferramenta de comunicação/informação: https://blueacademy.hyundai.pt

 

Hyundai apresenta soluções com futuro