Download PDF

Num estudo sobre o transporte rodoviário europeu, participaram 600 gestores de frotas de oito países europeus. Os custos do combustível (40%) e a regulamentação que gostariam de ver mais harmonizada, são algumas das preocupações dos frotistas. O estudo, encomendado pela Goodyear, reflete o facto da indústria do transporte rodoviário estar a investir no futuro, e revela que algumas frotas apoiam as UE em reduzir as emissões de carbono. Neste sentido, 76% das frotas está a investir em formação na condução, para aumentar a eficiência energética dos veículos que utiliza.
O estudo mostra que 68% dos frotistas quer mais investimentos na manutenção das estradas, e que 51% dos inquiridos, apoia a utilização de camiões maiores, mesmo que tal não signifique aumentar os pesos brutos, aproveitando apenas as maiores volumetrias.