Download PDF

O conceito experimental da Yamaha (foto cima), conjuga uma arquitectura invulgar com um motor eléctrico, integrado no conjunto da roda, braço oscilante e suspensão traseira. Com pouco mais de dois metros (2.060 mm) e a energia a cargo de baterias de iões de lítio, o “Motoroid” acusa 213 kg quando levado à balança. De acordo com os japoneses, este “concept” é capaz de identificar o ‘piloto’ e proporcionar o “Kando”. A palavra que conjuga a profunda satisfação com a intensa excitação.

No salão de Tokyo a Yamaha também desvendou outra novidade mais convencional (foto à esq) e propulsionada por um três cilindros refrigerado por líquido. Equipado com o sistema LMW – Leaning Multi-Wheeler, este “Niken” conta com o apoio da tecnologia para as curvas e mudanças de direcção. Na frente monta uma invulgar suspensão invertida e rodas de 15” que enfatizam a desportividade do modelo ou do conceito, conforme se olhar para esta Yamaha de pouco mais de dois metros (2.150 mm) e motor a 4T de quatro válvulas por cilindro.