Download PDF

Ford Mondeo Vignale 2.0 TDCi SW – 50.774 €

Num desafio aos sentidos mais apurados, o Mondeo é o primeiro modelo a receber a designação Vignale, que se irá estender a outros modelos na gama. 

FordVignale2015_Rome_01

A finalização dos Vignale é garantida por seis equipas de artesãos, que lhes dedicam 120 horas de trabalho

Através dos novos espaços FordStores, a marca cria uma nova abordagem a todos os modelos. De um lado ficam os performance como os GT, Focus RS, Fiesta ST e Mustang, enquanto do outro ficam os modelos dedicados às empresas. A gama tem um lugar dedicado, e a nova abordagem que começou com o Mondeo, e em breve se estenderá a outros modelos, passa a ser identificada como Vignale. Mediante esta designação, a Ford passa a garantir a evolução no requinte, mas também na experiência envolvente. Estas resultam da passagem de cada modelo pelo centro Vignale, criado em Valencia-Espanha. Com a capacidade de produzir 60 modelos por dia, o espaço valenciano conta com seis artesãos, que a cada modelo dedicam 20 horas de trabalho. Os resultados estão à vista, enquanto outros preconizam diversificadas experiências sensoriais.

FordVignale2015_Rome_10É o que acontece quando acedemos ao interior e nos sentamos aos comandos do Mondeo Vignale. A textura dos assentos dianteiros com comando eléctrico, memórias, e a possibilidade de os aquecer ou arrefecer, independentemente de a climatização estar ligada; a transmissão automática de evidente suavidade; a boa insonorização no habitáculo; e o requinte concedido através do volante, contribuem para uma experiência diferente nesta Mondeo. As experiências estendem-se também aos serviços. Vignale_2015_24Os Ford Vignale concedem o acesso aos gestores de relações, cuja função consiste em auxiliar os clientes a configurar o modelo, que pode ser recolhido para manutenção e entregue de seguida. Os clientes também poderão aceder à Ford Vignale Magazine, publicação que permite o acesso a conteúdos específicos e temas de lifestyle. Cada edição terá uma tiragem prevista de cerca de 50.000 exemplares nos mercados Ford Vignale.

 

Vignale_2015_13bis

A suavidade da transmissão e o refinamento na condução, evidenciam-se na dinâmica do Mondeo Vignale

Ao entrar no Mondeo Vignale percebemos de imediato a diferença, em especial para quem se sentar ao volante. Os assentos dianteiros com memória, estão em posição de facilitar a acessibilidade. Ao volante, percebemos que a visibilidade dianteira é boa, enquanto a lateral-dianteira é condicionada pelos ângulos e dimensão do pilar ‘A’. Para a traseira, a dimensão dos pilares ‘C’ e o estreito óculo traseiro, também limitam a visibilidade, mitigada pela existência da visualização nas manobras de marcha-atrás. Sublinhe-se que a eficiência da câmara é constante, tanto de dia como de noite. Ao colocar o 2.0 TDCi em movimento, percebemos de imediato que muito foi feito no tocante à insonorização, no conforto de rolamento, requinte na condução e suavidade da transmissão. Em muitas das passagens de ‘caixa’ só nos apercebemos disso através da mudança de regime do motor de 180 cv. Um módulo ‘S’ concede um pouco de genica quando pretendemos conduzir um pouco mais rápido. Num breve contacto ao volante, efectuámos uma média de 51,0 km/h e chegamos aos 7,0 litros/km. Em alguns consumos parciais, chegámos aos 6,0 l/100 km.

 

Vignale_2015_05bisO Mondeo foi o primeiro Ford a ter a designação de modelo global. Volvidos 21 anos desta designação, o modelo conquistou uma séria maturidade. É um facto, que podem existir alguns apontamentos a fazer à ergonomia (comandos dos vidros e espelhos) ou à forma menos intuitiva com que se chega aos sub-menus dos comandos, sendo que nesta última, isso acontece com muitos modelos, que estão carregados de soluções e tecnologia. No entanto, nas características mais funcionais, demos conta de cotas de habitabilidade muito boas, funcionalidades muito práticas e uma condução que evoluiu muito neste Vignale. A designação que garante sensações e serviços mais exclusivos, face ao que até aqui acontecia na Ford.

Gostámos –

Gostámos +

– Pormenores de ergonomia

– Conforto de rolamento

– Acessibilidade e habitabilidade

– Refinamento na condução/assentos dianteiros

– Equipamento de série e opcionais disponíveis

– Volumetria da bagageira e modularidade