Download PDF
Ford_TransitConnect_interior

O painel de informação do Transit Connect é semelhante ao dos automóveis de passageiros, dos quais herdou mais características

A Ford anunciou que o furgão Transit Connect irá oferecer, a partir do Verão, novas opções de motor, com eficiência de consumos líder na classe e, em estreia no segmento, novas tecnologias de conectividade e de ajuda ao condutor. Um  novo e eficiente Diesel 1.5 litros TDCi, com emissões de CO2 de 99 g/km e um consumo de combustível de 3.8 l/100 km no modelo ECOnetic, concede uma melhoria de 6 % em relação ao anterior 1.6 TDCi. Outra das novidades neste Ford – vencedor do IVOY o ano transacto – tema ver com o aparecimento da transmissão automática PowerShift. O Transit Connect é o primeiro veículo do segmento a conceder tecnologias de ajuda ao condutor, incluindo sistema de reconhecimento de sinais de trânsito e de ajuda à manutenção de faixa de rodagem, todos estes amplamente utilizados nos automóveis de passageiros, como acontece com o Sync 2 activado por voz, pela primeira vez disponível num ‘comercial’.

Disponível em carroçarias Van, Van Cabina Dupla e Kombi, nas versões L1 e L2, o Transit Connect provou ser imensamente popular junto dos clientes europeus. Comercializado em 2013, registou um acréscimo de procura no ano seguinte (+ 85%) com 36.800 unidades vendidas, registando no primeiro quadrimestre deste ano, uma evolução positiva de 58% face a período homólogo do ano transacto. A fácil condução, os consumos moderados e o conforto de rolamento, são alguns dos argumentos que favorecem este modelo, que disponibiliza acessíveis compartimentos de carga com volumes de 2.9 m3 ou 3.6 m3 com antepara completa, ou 3.7 m3 e 4.4 m3 valores muito favoráveis para furgões no segmento dos ‘comerciais’ cuja capacidade de carga chega à tonelada.