Download PDF
Volvo V40 Cross Country - model year 2017

Um dos opcionais que merece destaque, tem a ver com os elementos e sistemas de segurança activa incluídos no Intellisafe pro pack

Volvo V40 CC D3 Summum

Se adoptarmos uma linguagem económica, podemos dizer que o V 40 CC foi revisto em alta. Face ao modelo anterior e em termos de preço final, está mais competitivo. No tocante aos elementos estéticos, foi melhorado tanto no exterior como no interior. No que diz respeito ao conforto e dispositivos de segurança (activa e passiva), o destaque recai no “intellisafe pro pack” (2.091 €) que adiciona elementos e sistemas, aos que encontramos de série nesta versão CC. Além do controlo de tracção e estabilidade, assistência ao arranque em subida e controlo da velocidade a descer, mais protecção lateral aos ocupantes e “airbag” para peões, este “pack” adiciona o acelerador automático adaptativo com função para circular em fila de trânsito, aviso de embate eminente com travagem autónoma, detecção de ciclistas e peões, avisos sonoros, alertas para o desvio da faixa de rodagem, sinalização rodoviária e automatização para máximos.

Volvo V40 Cross Country - model year 2017

A altura ao solo dos assentos dianteiros, é um dos factores que concede uma melhoria de acessibilidade face ao V 40

E de volta às questões económicas, o 40 mais acessível está próximo dos 30, enquanto a versão ensaiada se aproxima dos 50. Em bom rigor, com 6.587 € de opcionais e “packs”, este V 40 CC está nos 48.112 €. No entanto, entre outros, conta com dois argumentos favoráveis: a identificação Summum, que garante um bom nível de equipamento de série, e o D3 de 150 cv, neste caso acoplado à Geartronic de seis relações. E como adiante se poderá constatar, existem razões para justificar este descritivo.

Como atrás referimos existem algumas alterações estéticas, como acontece com os grupos ópticos dianteiros. No tocante a dimensões e ângulos, não existem diferenças significativas face ao anterior modelo. Isto significa que o pilar ‘A’ continua a ter acentuada inclinação, interferindo nos ângulos de acessibilidade aos lugares dianteiros. No caso do CC esta característica é mitigada, porquanto neste automóvel, o quase metro e meio de altura (1.458 mm) concede mais 40 mm de altura face ao V 40. Para os lugares traseiros, a acessibilidade é satisfatória, sendo melhor a habitabilidade que aloja quatro adultos, embora estejamos na presença de um automóvel com cinco lugares. No comprimento total, estamos em presença de um automóvel que se aproxima dos quatro metros e meio (4.370 mm) mas com uma bagageira de 324 litros, com todas as cotas abaixo do metro (680x960x760 mm) se pensarmos nos comprimento até às costas dos assentos traseiros, largura entre as cavas das rodas e altura disponível. Com os assentos traseiros rebatidos, conseguimos chegar ao metro e meio de comprimento disponível para bagagens. Ainda na traseira, as formas e ângulos da carroçaria, condicionam a visibilidade, em especial nas manobras. Um visor para as manobras de marcha-atrás e sensores de estacionamento, demonstraram a utilidade.

Volvo V40 T5 AWD Cross Country Location 3/4 Front

Este V40 CC concede três visualizações na instrumentação, dois andamentos para o D3 e uma escolha manual na Geratronic

Para quem se sentar ao volante deste Volvo, uma das características da marca concede três visualizações, dois andamentos e uma escolha além do automatismo assegurado pelo Geartronic. No painel de instrumentos, podemos optar por uma visualização mais clássica em tons de cinza. Ao optar pela apresentação ‘Eco’ é mantida a configuração do painel, mas mudam os tons para os verdes e azuis. Quando se pretende “performance” o velocímetro dá lugar ao conta-rotações em tons de vermelho, enquanto os dígitos da velocidade passam a ocupar o centro das atenções. Num breve contacto ao volante, constatámos que os 150 cv do D3 concedem tudo isto. Esta cinemática (D3+Geartronic) conjuga a flexibilidade de um praticante de yoga, com o vigor de quem se propõe ir à pesca do espadarte. Num breve contacto ao volante e em percurso misto (AE+EN+Urbano) conseguimos efectuar 5,7 l/100 km à média de 52,0 km/h valores agradáveis, em especial se pensarmos num depósito de 57 litros e na autonomia daí resultante. Com um bom nível de conforto de rolamento, este Volvo deixou-nos boas sensações no que diz respeito ao comportamento das suspensões e travões, com estes últimos dotados de ABS+EBD+EBA. Face ao anterior modelo, gostámos da evolução verificada nos comandos mais intuitivos e refinamento na condução.

Gostámos –

Gostámos +

– visibilidade para a traseira

– Comportamento dinâmico

– Economia de combustível no D3/150 cv

– Conforto de rolamento

– Escolha modos Eco/Performance

– Sistemas travagem e Intellisafe pro pack

Ficha técnica

Volvo V 40 Cross Country D3 Summum

motor

4 cil-1.969 cc common rail+turbo+EDC

potência kW(cv)/rpm

110 (150)/3.750

binário Nm(kgm)/rpm

320 (31,3 )/1.750-3.000

transmissão

Geartronic seis relações

jantes/pneus

18”