Download PDF

São mais de duzentos anos de existência e embora fabrique diversos produtos, é sobretudo conhecida pela sua vertente automóvel – com perto de 60 milhões de unidades fabricadas – na qual possui uma invejável tradição um pouco por todo o mundo. Portugal não é excepção: o primeiro automóvel Peugeot foi comercializado entre nós há mais de 115 anos, um marco que a Peugeot Portugal não quer deixar passar em claro, e que se prepara para comemorar, com um conjunto de acções bem interessante.
A história da Peugeot em Portugal tem quase tanto tempo quanto a do próprio Construtor. Em 1890, Armand Peugeot avança com a construção do primeiro quadriciclo equipado com um motor a gasolina e com o nome de código Type 2. Sete anos mais tarde, é importado para Portugal o primeiro automóvel, equipado com um V2 produzido sob licença na Panhard e Levassor, e o chassis construído na fábrica de Audincourt. Em 1905, o Rei D. Carlos I, grande entusiasta dos automóveis e fundador do Real Automóvel Club de Portugal, comprou na Garagem dos Restauradores três veículos Peugeot.


Em Janeiro de 1995, dando cumprimento à política da Automobiles Peugeot, nasceu a Peugeot Portugal Automóveis. Desde então, o peso da marca no mercado nacional tem aumentado de forma sustentada, fazendo parte do Top 3 das vendas em Portugal – a quota de mercado no ano de 2012 foi de 9,8%. Para este sucesso, foi fundamental uma rede de Concessionários bem estruturada e adaptada ao mercado português. O mais antigo conta com mais de 55 anos de existência, a comercializar veículos Peugeot. 
A Peugeot Portugal está a preparar em 2013 a comemoração dos 115 anos no nosso país, com acções que merecem destaque: a parceria com o Museu do Caramulo, nomeadamente o apadrinhamento de três Peugeot clássicos pertencentes à colecção deste Museu. Incluídos estão o mais antigo automóvel ainda em funcionamento em Portugal, o Peugeot Type 19 de 1899 – que representa na perfeição os primeiros passos do automóvel -, o Peugeot Bebé de 1914 e o motociclo Peugeot 170cc de 1927; a edição de livro que descreve o início da aventura da marca em Portugal, entre os anos 1897 e 1910, da autoria do Eng.º José Barros Rodrigues.