Download PDF

Quando falámos de renovado 308, apresentámos as melhorias introduzidas no automóvel francês. No entanto, ao analisar o GT Line com motor 2.0 Hdi-180 cv e transmissão automática de oito relações, há mais alguns itens a acrescentar. Face ao 1.5 HDi, a via dianteira concede um refinamento ao nível do concedido pela direcção, ajustável em altura e profundidade. No painel de instrumentos, podemos analisar a evolução da potência e depois de premir um botão, este felino emite um som muito diferente. A um comportamento dinâmico próximo do cativante, juntam-se acelerações e reprises, disponíveis em qualquer regime do motor. E mais uma vez, temos de apontar à transmissão de oito relações, uma grande parte do brilhantismo conseguido. Eficaz no escalonamento, suave na utilização e prática no accionamento, a transmissão automática, pode ser accionada através do selector na consola central e mediante as duas alavancas, colocadas atrás do volante. Para andamentos mais rápidos – ainda mais rápidos face ao esmagamento do acelerador – o accionar das patilhas, evidencia a rapidez de engrenamento sem perder suavidade. Nos números, num breve contacto ao volante, chegámos aos 6,3 l/100 km à média de 58,0 km/h obtidos em percurso misto (AE, EN e Urbano).

 

Aos comandos

No tocante ao acesso ao interior, este é mais fácil aos lugares traseiros do que aos dianteiros. A inclinação e curvatura do pilar ‘A’ acabam por penalizar o ângulo de acesso ao interior. O mesmo acontece com o pilar ‘C’ que reduz de forma significativa os ângulos de visibilidade através do óculo traseiro. Neste ponto, a visualização das manobras de marcha-atrás através do visor no painel e os sensores de aproximação, acabam por se tornar preciosos auxiliares nas manobras.

Ao volante é fácil encontrar uma boa posição de condução. No entanto, em termos de ergonomia, alguns comandos e instrumentação exigem habituação. É o que acontece com o comando do acelerador automático, colocado atrás do volante. No painel de instrumentos, o posicionamento do volante (regulável em inclinação e altura) pode tapar o referido painel e obstruir a leitura, em especial do velocímetro digital.

Gostámos – Gostámos +
– Ergonomia de alguns comandos – Conforto de rolamento e ambiente a bordo

– Eficácia e Comportamento dinâmico

– Equipamentos de segurança activa/passiva

– Materiais empregues e finalização

– Bagageira e modularidade interior

Características técnicas

Peugeot 308 2.0 Hdi GTline A8
motor 4 cil, 1.499 cc common rail + SCR + Ad Blue + Filtro Partículas
potência kW(cv)/rpm 130 (180)/3.750
binário Nm (kgm)/rpm 400 (39,2)/2.000
transmissão Dianteira, automática de oito relações
jantes – pneus 18” – 225/40 R 18