Download PDF

No próximo dia 08 de Março e na 88ª edição do certame de Genéve, a Peugeot mostra a mais recente proposta para o ‘multiusos’, que passará a ter a designação Rifter. Mediante uma nova plataforma e um “dejá-vu” interior conhecido como “i-cockpit”, o Rifter estará disponível nas configurações de cinco ou sete lugares, com comprimentos entre os 4.400 e 4.750 mm, em carroçarias dotadas de portas laterais deslizantes para os lugares posteriores.

No que diz respeito às heranças da marca, em termos de estilo e funcionalidade, o Rifter herdou uma série de elementos dos SUV. A altura ao solo, as rodas de grandes dimensões, as salientes embaladeiras e pára-choques, entre outros, são disso exemplo. Além de herdar as cinemáticas que conhecemos da marca, o interior “i-cockpit” destaca-se pelo desenho do volante, visor de 8”, tejadilho sobre-elevado e a possibilidade de herdar a finalização GT Line. No capítulo das cinemáticas, estarão disponíveis a 1.2 Pure Tech a gasolina (110 e 130 cv) e a nova motorização Diesel 1.5 Blue Hdi (75, 100 ou 130 cv) que podem ser equipadas de transmissões manuais ou automáticas.