Download PDF

Na escala habitualmente utilizada pelos italianos (de 01 a 05), os técnicos da Brembo consideram o circuito de Losail como um nível 03 em termos de exigência para os travões. Inaugurado em Outubro de 2004 e localizado a 23 km de Doha-Qatar, o circuito já se notabilizou pelas corridas nocturnas, em parte justificadas pelas elevadas temperaturas. No entanto e no tocante às temperaturas do asfalto, registaram-se 28 e 23º nas duas últimas edições. Por outro lado, as corridas nocturnas, permitem visualizar as cores dos discos de travagem, que muitas vezes chegam ao rubro. Ao longo da prova disputada no Qatar, os travões são submetidos a 14 minutos de travagens com um média de desaceleração de 1.16 G. Em termos de força aplicada na manete de travão, falamos de 1.400 kg, mais 600 kg do que Jonathan Rea aplicou nas Superbike na prova tailandesa. No circuito Losail, das 13 travagens por volta, três são consideradas exigentes, quatro são de exigência média, seis são consideradas ligeiras, mas a travagem no final da recta da meta (1.068 m), é considerasda como a segunda mais exigente de todo o campeonato. As motos passam de 340 a 99 km/h depois de aplicada uma força de 7,5 kg na manete de travão. São 5,1 segundos de travagem para percorrer 289 metros, ou seja o comprimento de quatro Airbus A 380.  Com todas as equipas equipadas com travões Brembo, o palmarés de vitórias em Losail inclui sete vitórias para a Yamaha, seguida das Ducati e Honda com três vitórias cada. Em termos de pilotos, os mais vitoriosos são Valentino Rossi e Casey Stoner com quatro vitórias cada. Com oito “poles”, 11 presenças no pódio e três vitórias nas últimas cinco corridas, está o espanhol Jorge Lorenzo.