Download PDF

JORGE LORENZO SPA MOVISTAR YAMAHA MotoGP YAMAHA MotoGP GP France 2016 (Circuit Bugatti) 06-08/05.2016 photo: MICHELIN

Apesar do tempo efectuado na “pole” e de estar em nº 1 nas travagens no circuito italiano, “il dotore” foi traído pelo motor da Yamaha, quando decorria a 8ª volta. O mais alto lugar do pódio foi ocupado por Jorge Lorenzo-Yamaha, que teve de lutar com um endiabrado Marc Marquez em Honda. E para preencher o pódio, Andrea Iannone voltou a colocar a Ducati em lugar de destaque.

A Toscana recebeu a caravana do Moto GP no circuito de Mugello-Italia.  Para a sexta etapa do mundial, a Michelin preparou pneus que permitem a conjugação de elevadas velocidades, com a necessidade de obter apoio e tracção em curva. Com 5.245 metros de extensão, o circuito de Mugello permite velocidades de 350 km/h. Isto significa que os pneus têm de conjugar a melhor tracção no núcleo central do pneu, e a melhor aderência nas paredes laterais, face à diversidade de curvas lentas e rápidas, encontradas no circuito italiano. Face a estas exigências, os “power slick” da Michelin terão três compostos de borracha: os macios, os médios, e os duros. Em caso de chuva ou tempo instável, a marca francesa propõe mais dois tipo de pneus, os “power rain tyre” e os “power inter”.

 

MugelloInaugurado em 23 de Junho de 1974, o circuito italiano que está a 35 km de Firenze (Florença) começou a receber o Moto GP dois anos depois. Todavia, só em 1994 passou a ser o circuito permanente do GP italiano. Com nove curvas para a direita e seis para esquerda, é caracterizado pela longa recta da meta (1.141 m) que leva as motos a rondar os 350 km/h, tornando extremamente exigente a primeira travagem. Mesmo assim e de acordo com técnicos da Brembo, a dificuldade deste circuito é 3 (numa escala de 01 a 05) conta com 10 travagens e uma desaceleração média de 1,06 g. Isto significa que depois da ligeira subida, a primeira travagem já proporcionou travagens dos 351 aos 91 km/h, ou seja uma travagem que dura 5,6 segundos e uma carga de sete quilogramas na manete. Nas curvas de dificuldade média e em termos de esforço, destacam-se as curvas 04 com uma distância de travagem de 146 metros, e as curvas 10, 12 e 15. Um dos pontos preferidos para ultrapassar é o ‘S’ das curvas (06-07) no qualk os pilotos reduzem de 217 para 131 km/h.

Moto GP – Pilotos

Jorge Lorenzo – Yamaha

115 pontos

Marc Marquez – Honda

105 pontos

Valentino Rossi – Yamaha

78 pontos

Próxima prova 05 Junho em Barcelona-Espanha