Download PDF

Num mercado SUV que continua a grangear mais adeptos, a Opel propõe o Crossland X que disponibiliza diversas escolhas entre motorizações e equipamentos. Para melhor conhecer este modelo, conduzimos uma das mais apelativas propostas: o Innovation de 130 cv. Dentre os gasolina, conduzimos a escolha mais potente com transmissão manual de seis relações e, desde logo percebemos, um detalhe que nos pareceu importante. As sensações que este automóvel transmite, são muito diferentes consoante a escolha da potência ou da transmissão. Por outras palavras, se falarmos com alguém que tenha um automóvel destes, e com outra pessoa que tenha tido a experiência de ir a um “rent-a-car” e alugado o 81 cv – 5V, será fácil de concluir que estamos a falar de diferentes percepções em automóveis distintos. Quando comparadas as versões, as diferenças de peso são menos evidentes do que as de potência, sendo estas últimas tão evidentes como as encontradas nos preços finais. Neste capítulo e consoante motorizações/equipamentos, podemos encontrar variações de preço entre os 5.000 a 10.000 €.

preço-base

isv

iva

despesas

pvp

iuc

21.730,00

101,49

 

A modularidade no interior é um dos atributos do Crossland X que nesta versão conta com porta-luvas refrigerado

Apesar de aparecer a letra ‘X’ no logo do Crossland estamos na presença dum tracção dianteira. Quem precisar ou desejar chegar à tracção integral terá de optar pelo Mokka. Isto significa que a orientação deste modelo abaixo dos quatro metros e meio de comprimento total (4.212 mm), visa a utilização

urbana, sem esquecer os pergaminhos que identificam um estradista.

No tocante ao habitáculo e face às dimensões exteriores (1.765 mm de largura sem espelhos e 1.605 mm de altura) demos conta de uma boa modularidade e uma bagageira cuja volumetria oscila entre os 410 a 1.255 litros. Mediante a aplicação do “pack” versatilidade (400 €) o piso da bagageira passa a duplo, sendo possível chegar aos 520 litros (em vez dos 410) através do acerto longitudinal dos assentos traseiros, cujas costas são rebatíveis a 60/40. O rebatimento dos assentos traseiros permite chegar aos 810 litros, enquanto a utilização plena do compartimento concede o valor máximo.

 

Com bons acessos, o Crossland X concede uma boa posição de condução e bons ângulos de visibilidade para a frente e laterais. Para a traseira e devido à forma dos pilares ‘C’ esta fica salvaguardada mediante visualização das manobras de marcha-atrás, conseguida através do visor central de 3,5”. O mesmo que serve para aceder a outros menus e sub-menus como as definições áudio, automóvel ou navegação através do rádio+navi+intelliLink (600 €).

Apesar de estarmos na presença de um “tri” de 1.2 litros, acima das 1800~2.000 rpm o motor sobrealimentado (turbo) começa a ganhar vitalidade, para a qual contribui o bom escalonamento da transmissão. Todavia, o escalonamento é bem melhor face ao desempenho do selector da transmissão, que nos deixou a impressão de ser pouco preciso no engrenamento. Ao volante, as sensações são agradáveis e sobressai o refinamento na condução, para o qual contribuem o bom desempenho dinâmico dos travões e suspensões. Num breve contacto ao volante e utilizando o ar condicionado automático bi-zona, obtivémos num trajecto misto (AE+EN+Urbano) 8,1 litros/100 km à média de 54,6 km/h.

 

Noutros números igualmente importantes e com dados do importador, o intervalo entre revisões é de dois anos ou 60.000 km. A primeira inspecção intermédia ocorre aos 30.000 km ou um ano. O custo aproximado da primeira revisão é de 130 €+iva. Dois anos para as garantias geral e pintura, ambas sem limite de quilometragem, enquanto a de corrosão se estende aos 12 anos. A inspecção intermédia consta de mudança de óleo+filtro, inspecção visual a vários pontos do veículo e actualização do “software” se necessário.

Gostámos – Gostámos +
– manuseamento do selector da transmissão

– posicionamento de alguns comandos

– Comportamento dinâmico

– Equipamentos de série e segurança activa

– Conforto de rolamento e condução

– Acessos, habitabilidade

– Funcionalidades e espaços de arrumos

Características técnicas

Opel Crossland X 1.2 Turbo Innovation
motor 2 cil, 1.199 cc Euro 6, Turbo, Injecção directa
potência kW(cv)/rpm 95,6 (130)/5.500
binário Nm (kgm)/rpm 230 (22,6)/1.750
transmissão dianteira, manual de seis relações
jantes – pneus 17” – 215/50 R 17