Download PDF

A segunda geração

Clicar para começar e parar a reprodução das imagensJá passaram cinco anos desde que a Kia colocou no mercado o Cee’d, o primeiro modelo a marcar a viragem qualitativa da marca coreana nos mercados europeus, território onde já chegaram às 430.000 unidades vendidas. Com o Cee’d a marca elevou-se para uma plataforma superior. Quer em termos de qualidade de construção ou materiais empregues, como no que diz respeito ao apuro tecnológico das cadeias cinemáticas. Em termos de imagem de marca, o que falta ao Cee’d é algo que consideramos transversal a este tipo de silhuetas, cada vez mais iguais entre si. Por outras palavras, falta-lhe o carisma do Soul ou ser capaz de despertar a curiosidade do Optima Hybrid.


Garantias e manutenções

Se é verdade que a silhueta da carrinha Cee’d é um pouco ‘igual’ a tantas outras, sublinhe-se que o plano de garantia e manutenção programada é dos mais atraentes em termos de mercado. Na cadeia cinemática (motor e transmissão) a garantia chega aos sete anos, exigindo a marca todas as revisões efectuadas na rede, a mesma que irá fazer a manutenção programada (15, 30, 45, 60 75.000 km) durante cinco anos sem custos, seguindo o mapa que inclui, entre outras, verificações de 17 ou 40 pontos e revisões que consignam mudanças de óleo e filtros no motor, além de outras intervenções noutros agregados mecânicos, como travões, filtros de pólen ou ar e combustível. Em termos de mercado é uma proposta muito competitiva, à qual se junta um preço de aquisição apelativo.

Um volante e três escolhas

Face à anterior, esta segunda geração do automóvel coreano tem significativas alterações! Está mais longa (4.310 mm) e baixa (-40 mm), o pilar “B” foi recuado (220 mm) e assim se ganhou melhor acessibilidade ao interior, enquanto na traseira um novo desenho das janelas, melhora a visibilidade para o exterior e traseira. Na mecânica encontramos um conjunto de soluções que atestam a modernidade, ainda que tenhamos dado por falta da transmissão automatizada, o que significa que alguns dos números do Cee’d, são elevados face aos concorrentes directos. Um destes números tem a ver com as 122 g/km do CO2 ou 14,1 metros do diâmetro de viragem, numa direcção com três modos de utilização: conforto, normal ou desportiva.

Familiar quanto baste

Sob o ponto de vista técnico é interessante que a direcção eléctrica conceda três modos de actuação, tornando-se mais macia ou mais dura consoante a escolha. Todavia, tudo isto se resume a uma questão de sensibilidade ao volante, já que os restantes agregados mecânicos que garantem o contacto ao solo, não acompanham a variação de sensibilidade. Por isso as suspensões estão mais orientadas para o conforto e quando se exige um pouco mais desta carrinha, o adornar da carroçaria é um pouco mais evidente, em especial quando começamos a exigir tudo, em cada um dos 128 cv do 1.6 Diesel dotado das mais recentes tecnologias. Aliás, este mesmo motor chega a surpreender, pela elasticidade que concede em qualquer uma das seis relações de transmissão manual. E apesar de não ser brilhante nas acelerações, as reprises são agradáveis, em especial quando o regime se encontra acima das 1.800~2.000 rpm. Acima das 3.000 rpm o motor torna-se um pouco ruidoso, e quando exigimos mais da direcção ou suspensões, demos conta de algumas limitações, que encontramos em alguns dos concorrentes directos e que, em nossa opinião, se justificam, porquanto estamos a falar de um familiar e não de um desportivo ou de uma versão com pretensões a isso. Como familiar, cumpre com todos os pontos e concede uma boa funcionalidade, tanto na bagageira como nos restantes espaços para arrumos.

Gostámos Mais

  • Conforto de rolamento
  • Habitabilidade dianteira
  • Funcionalidade e Espaço
  • Comportamento dinâmico
  • Evolução qualitativa

Gostámos Menos

  • Visibilidade traseira
  • Falta de alguns opcionais
Modelo/Versão Kia Cee’d SW 1.6 CRDi TX ISG
Potência 94,2 kW (128 cv)/4.000 rpm
Binário 260 Nm (25,5 kgm)/1.900-2.750 rpm
Consumos Urb:5,3; Ext-urb:4,0 Combi:4,4 l/100 km
CO2 122 g/km
Médias 6,2 L/100 km a 31,0 km/h
Preço Base 17 938,01 €
ISV 3 769,31 €
IVA 4 992,68 €
Ecotaxa 6,15 €
Documentação 800,00 €
€ chave na mão 26 714,15 €
IUC 139,81 €