Download PDF

O certame helvético (07 a 19 Março) será o palco para a apresentação da nova geração Hyundai i30 CW. Desenhada, desenvolvida, testada e fabricada em território europeu, a nova carrinha adopta a designação “Coupé Wagen” para os alemães, numa clara abordagem à moda das “Shooting Brake” dos britânicos. No entanto, apesar da silhueta angulosa do tejadilho e de acordo comn os dados do construtor, esta i30 CW concede uma das melhores bagageiras do segmento. A volumetria (VDA) vai dos 602 aos 1.650 litros, esta última medida com os assentos traseiros rebatidos. Um pouco mais longa do que os quatro metros e meio (4.585 mm) assenta na mesma plataforma do cinco portas, disponibilizando as mesmas motorizações e elementos de segurança e funcionalidade.

A i30é apresentada de série com travagem autónoma de emergência (AEB), alerta de fadiga do condutor (DAA), sistema de controlo automático dos máximos (HBA) e sistema de aviso no desvio da faixa de rodagem (LKAS). A travagem autónoma de emergência (AEB) utiliza sensores de radar com câmara frontal e opera em três etapas. Após alertar o condutor visual e acusticamente, o sistema passa então a controlar o travão de acordo com o nível do perigo de colisão e acciona a força de travagem máxima por forma a evitar a colisão ou minimizar os danos quando a colisão é inevitável. O sistema de alerta de peões, opcional, utiliza o radar frontal para diminuir ou evitar as consequências do impacto com um peão. O Sistema de Alerta de Atenção do Condutor (DAA) é uma funcionalidade de proteção do condutor que ajuda a monitorizar os padrões da condução a fim de detetar movimentos imprudentes ou cansaço na condução e, assim, evitar possíveis acidentes. Utilizando os sensores dianteiros do veículo, o acelerador automático adaptativo (ASCC) mantém constantes, a velocidade e distância em relação ao veículo da frente, reduzindo a velocidade ou travando caso seja preciso.