Download PDF

Com um Inverno que se espera esteja entre os piores de que há memória em algumas partes da Europa, e face à possibilidade de que as baixas temperaturas, o gelo e as chuvas agravem o estado das estradas e converta os buracos verdadeiras armadilhas, a Ford inova na detecção dos buracos e irregularidades nas estradas. Na Europa, as estradas com piso em mau estado contribuem para mais de um terço de todos os acidentes de viação anualmente. Em 2011 registaram-se 20 milhões de buracos nas estradas europeias, mas apenas metade foi reparada, um custo estimado em mais de 1,2 mil milhões de euros. Só na Grã-Bretanha, é recebida uma reclamação por danos provocados por buracos na estrada a cada 17 minutos, com um custo médio por reclamação de 508 €. 

Um mapa virtual criado em “crowdsourcing” e pela primeira vez revelado pela Ford, poderia poupar reparações muito dispendiosas. Encontra-se actualmente em processo de desenvolvimento e os testes terão início ainda este ano. O mapa mostrará aos condutores, em tempo real, no painel de instrumentos, onde se encontram os buracos, a sua perigosidade e sugestão de rotas alternativas. Para o engenheiro responsável pela investigação de tecnologias avançadas de controlo de chassis da Ford Europa: um mapa virtual, pode sinalizar um novo buraco no momento em que este aparece, e avisar de imediato outros condutores, referiu Uwe Hoffmann. Alguns modelos da Ford, como o Galaxy, Mondeo e S-MAX, já utilizam sensores a bordo para controlo de amortecimento contínuo com mitigação de buracos, detectando-os com recurso aos sensores e ajustam a suspensão para ajudar a reduzir qualquer dano potencial. 

Os engenheiros investigam agora usando também câmaras e modems incorporados, no centro de investigação e inovação da Ford em Aachen-Alemanha. Juntas, estas tecnologias reúnem informações detalhadas sobre os buracos e transmitem para um alojamento (“cloud”) em tempo real, onde ficam disponíveis para outros condutores. Outras investigações estão também a explorar o uso de um sistema de suspensão activa, desenhado para reduzir maciçamente a gravidade dos ressaltos e dos pisos em mau estado. A Ford já testa novos veículos em Lommel-Bélgica, simulando alguns dos piores buracos.