Download PDF

Premiere der Langversion der neuen E-KlasseO Classe E foi alongado no comprimento e estilizado nas linhas. De frente apresenta semelhanças com o C, enquanto na traseira se reconhecem traços do S. O motor passou a 2.0 litros, mas é no interior que se encontram as diferenças e as inovações.

No segmento de mercado dos familiares médios, a Mercedes-Benz já inovou por diversas vezes. Começaram por inovar na célula de sobrevivência e sistemas de segurança. Desenvolveram sistemas de travagem e suspensões auto-nivelantes. Fizeram evoluir os Diesel nas vertentes dos consumos e emissões. Criaram novos padrões de habitabilidade e funcionalidades a bordo, com ênfase na utilização intuitiva. Ao colocar no mercado a 10ª geração do Classe E, a marca de Stuttgart volta a inovar, em quase todos os itens. O Classe E foi alongado entre-vias (65 mm) e mais do que no comprimento total (43 mm). No tejadilho e de forma subtil, a silhueta está mais curva, enquanto o alongamento da traseira, permitiu passar a 540 litros a capacidade da bagageira. Mesmo na carroçaria de quatro portas e mediante opção, é possível rebater os assentos traseiros (40-20-40) e ganhar mais algum espaço para bagagens.

 

Premiere der Langversion der neuen E-Klasse

Consoante versão, o comportamento dinâmico pode ser ajustado de acordo com as preferências de quem conduz

Na motorização, encontramos um bloco mais leve (alumínio) e no qual os cilindros estão mais próximos uns dos outros, contribuíndo para um bloco de quatro cilindros em linha (1.950 cc) mais pequeno e mais leve. Para cumprir com as exigências do Euro 6, um turbo de geometria variável, o catalisador por oxidação e um filtro de partículas, garantem as reduções nas emissões dos gases de escape, ao mesmo tempo que contribuem para a redução dos consumos de combustível. A transmissão é agora de nove relações, bem escalonadas e com muita suavidade nas passagens em modo automático. Mediante colocação das patilhas atrás do volante, é possível seleccionar (+/-) manualmente as nove relações, e esta é uma das formas de tornar o motor mais enérgico. A outra forma de tornar este 220 d mais reactivo, é conseguida mediante escolha de um dos andamentos disponíveis: Eco, Comfort, Sport, Sport + ou Personalizado.

 

Premiere der Langversion der neuen E-KlasseNo painel digital, também é possível escolher entre o modo mais desportivo, outro mais progressivo e um terceiro mais orientado para os que apreciam uma linha mais clássica. Cada uma destas visualizações, concede diferentes posicionamentos da informação. Deste modo, podemos dar prioridade à informação relativa à velocidade e rotação do motor, aos dados do veículo e viagem, ou indicação da relação engrenada.

 

Mercedes-Benz E-Klasse, Erprobung

O painel digital de 12,3″ mostra as escolhas de quem conduz, desde as informações relativas à viagem ou veículo, os ajustes dinâmicos, ou de áudio e da navegação, entre outras.

Como é evidente os lugares dianteiros são os mais cativantes, em especial para quem vai ao volante. O refinamento para quem conduz é, em nossa opinião, o que mais contribui para percepcionar as evoluções neste novo Classe E. A carroçaria oscila pouco e a filtragem de ruído e vibrações é das mais eficazes, concedendo um bom nível no conforto de rolamento. Mesmo quando em pisos mais degradados, a eficência das suspensões é notável. De igual forma como acontece com o motor, o comportamento dinâmico do Classe E varia de acordo com as selecções, às quais se chega mediante um comando na consola central. Um primeiro toque selecciona o sub-menu, enquanto um segundo toque permite a escolha do modo em que se pretende rolar. Ao volante, a condução torna-se leve nos estacionamentos e mais firme à medida que a velocidade aumenta. Todavia, nunca se perde a sensação de refinamento e reactividade. Tudo isto sem beliscar o nível de conforto do automóvel e precisão do volante. Num breve contacto ao volante, chegámos a um consumo médio de 5,2 l/100 km à média de 52,0 km/h.

 

 

Preço-base

ISV

IVA

Despesas

Chave na mão

IUC

42.754,33

4.842,49

12.657,02

NC

67.687,55*

217,35

* versão ensaiada c/ 7.498,91 € de extras

 

Gostámos – Gostámos +
– Espaços de arrumos

– Escassa ventilação nos estofos

– Conforto de rolamento

– Refinamento na condução

– Economia de combustível

– Ergonomia dos comandos/sistemas intuitivos

– Painel digital 12,3”/definição de imagem

 

Ficha técnica

Mercedes-Benz 220 d (novo motor OM 654)
motor 1.950 cc Euro 6 + TGV + SCR + FP + ECO start/stop
potência kW(cv)/rpm 143,0 (194,5)/3.800
binário Nm(kgm)/rpm 400,0 (39,2)/1.600~2.800
transmissão 9G-Tronic + selecção manual
jantes/pneus 16”/205 R 16