Download PDF

Daimler Trucks` “Infinite Inspiration” Technology Premiere took place on May 5th and 6th 2015 in Las Vegas. In a spectacular ceremony at Hoover Dam Daimler Trucks North America presented the Freightliner Inspiration Truck with Highway Pilot. It is the first autonomous driving truck licensed for public roads in Nevada. Am 05. und 06. Mai 2015 fand in Las Vegas die Daimler Trucks Technologiepremiere unter dem Motto „Infinite Inspiration“ statt. Im Zuge einer spektakulären Zeremonie auf der Hoover-Talsperre präsentierte Daimler Trucks North America den Freightliner Inspiration Truck mit Highway Pilot – den ersten autonom fahrenden Lkw mit Straßenzulassung in Nevada.

Há uns meses atrás mostrámos o Future Truck 2025, um “concept truck” no qual se destacava a condução autónoma. Na capital do néon e numa organização repartida entre americanos e europeus, a Daimler ‘globalizou’ o primeiro camião equipado para efectuar a condução autónoma, desta vez, com placa de matrícula estadual, entregue pelo Governador do Nevada ao dr Wolfgang Bernhard – à direita na foto. Em Las Vegas, há quem prepare o futuro e sem ir ao casino. 

Freightliner; Daimler Trucks; Daimler; Daimler Trucks North America; DTNA; autonomous driving; autonomous; autonomous vehicle; licensed; street legal; autonomes Fahren; autonom; zugelassen; Nevada; Las Vegas; USA; Inspiration Truck; Inspiration

A Daimler Trucks está a trabalhar com diversas entidades, para tornar realidade a condução autónoma nas estradas alemãs, sublinhou o dr Wolfgang Bernhard

O Future Truck 2025 mostrado o ano transacto pela Mercedes-Benz, percorreu um curto trajecto numa auto-estrada alemã (A14 Magdeburg) em fase final de construção, e tal aconteceu incorrendo numa situação ‘ilegal’. Não por que o troço ainda não estivesse terminado, mas devido ao facto de ainda não existir, para a condução autónoma, quadro legal europeu. Em 2013 no Reino Unido, foram efectuadas algumas experiências em espaços privados, enquanto em França, foram este ano indicados os 2.000 quilómetros de estradas, nos quais os testes poderão ser efectuados. Nos Estados Unidos a situação é diferente, porquanto os Estados de Columbia, Florida, Michigan e California, já têm quadro legal para a condução autónoma em ligeiros. Para os pesados, o Nevada, foi o primeiro no mundo a conceder uma placa de matrícula para um camião com o dispositivo de condução autónoma de nível 3: o Freightliner Inspiration Truck.

Freightliner; Daimler Trucks; Daimler; Daimler Trucks North America; DTNA; autonomous driving; autonomous; autonomous vehicle; licensed; street legal; autonomes Fahren; autonom; zugelassen; Nevada; Las Vegas; USA; Inspiration Truck; Inspiration

A condução autónoma permite o enquadramento do Freightliner Inspiration Truck no nível 3

A base do projecto e do “concept Supertruck” é o Freightliner Cascadia Evolution, um chassis-tractor 6×2 destinado ao longo curso, e enquadrado nas classes 6 a 8. Em termos europeus está equiparado aos veículos acima das 16 a 19 toneladas de peso bruto. No tocante ao nível da condução autónoma, esta divide-se em quatro níveis: o nível 0 em que quem conduz, controla totalmente o veículo; o nível 1, no qual quem conduz acciona e controla os automatismos, como acontece com o ABS, ESP ou acelerador automático; o nível 2, que já conjuga automatismos na condução, como acontece nos veículos equipados com acelerador automático adaptativo+travagem autónoma e aviso de saída da faixa de rodagem; o nível 3 conjuga todos os automatismos para garantir a condução em segurança, dando hipótese de intervenção a quem conduz: o nível 4 garante total independência na mobilidade do veículo, que dispensa a presença de quem conduz.

Freightliner; Daimler Trucks; Daimler; Daimler Trucks North America; DTNA; autonomous driving; autonomous; autonomous vehicle; licensed; street legal; autonomes Fahren; autonom; zugelassen; Nevada; Las Vegas; USA; Inspiration Truck; Inspiration

O Estado do Nevada foi o primeiro no mundo, a atribuir uma placa de matrícula a um camião com condução autónoma

Em território americano, 70% das mercadorias são transportadas por estrada, com previsões de que esta quota venha a aumentar nos próximos anos. De molde a preparar o futuro, o Governo americano investiu 40 milhões de USD neste projecto, tendo a verba sido ‘monitorizada’ através dos NDMV – Nevada Department Motor Vehicles (equivalente ao IMTT estadual) e DTNA – Daimler Trucks North America, com esta última a aproveitar todas as sinergias, que a MB colocou no Future Truck 2025.

Isto significa que no Freightliner Cascadia Evolution, além da transmissão automatizada DT12 e telemática, foram instaladas: a câmara de duas vias com a possibilidade de leitura de contrastes; o sistema de radar; o acelerador automático adaptativo que actua directamente com o sistema de travagem, todos estes derivado do Actros que rolou em Magdeburg. Para conseguir a homologação, a camião e respectivos sistemas que permitem a condução autónoma, foram testados ao longo de 16.000 km. E de acordo com o presidente e CEO da filial americana: contamos que em meados da próxima década, seja possível ter a condução autónoma como equipamento de série, enfatizou Martin Daum.

Freightliner; Daimler Trucks; Daimler; Daimler Trucks North America; DTNA; autonomous driving; autonomous; autonomous vehicle; licensed; street legal; autonomes Fahren; autonom; zugelassen; Nevada; Las Vegas; USA; Inspiration Truck; Inspiration

A condução ‘sem mãos’ está essencialmente pensada para as auto-estradas e vias-rápidas e permite, em qualquer momento, a intervenção de quem vai ao volante

O Freightliner Inovation Truck, é mais do que um camião com a possibilidade de rolar em ‘piloto automático em auto-estrada’ ou como os americanos o designam “highway pilot”. Este projecto conta com cinco pilares, que contribuem para o incremento da segurança rodoviária e aumento de eficiência no transporte rodoviário. No tocante à condução, estudos apontam para um decréscimo de 25% na sonolência e fadiga para quem usa a condução autónoma. A ausência das mãos no volante e a redução de concentração contribuem para isso, ao mesmo tempo que permitem a leitura de mensagens, comunicações com o gestor de frota, clientes, ou execução de outras tarefas simples. A existência da telemática embarcada, também permite a monitorização do veículo, envio de alertas de tráfego ou relativos ao camião, tanto a nível da manutenção programada e correctiva, como de indicações do funcionamento ou utilização. Todos estes sistemas e agregados mecânicos, contribuem para a redução dos custos operacionais. Em termos comparativos e de acordo com os dados EPA 2010 (equivalente ao Euro 4 e 5) o Freightliner Inovation Truck concede uma economia de combustível na ordem dos 7%.

Freightliner; Daimler Trucks; Daimler; Daimler Trucks North America; DTNA; autonomous driving; autonomous; autonomous vehicle; licensed; street legal; autonomes Fahren; autonom; zugelassen; Nevada; Las Vegas; USA; Inspiration Truck; Inspiration

A inspiração tecnológica foi estendida ao requinte do interior deste camião de longo curso

Como sempre acontece, a apresentação de um projecto futurista, consegue gerar alguma polémica em torno das novas soluções. No entanto, gostámos de constatar que tanto os alemães como os americanos, utilizam a regulação e a regulamentação, neste caso, para fazerem evoluir o transporte rodoviário de mercadorias. E que não se servem destas para constrangir a inovação e a evolução. Para os cépticos, todas as automações podem representar uma fonte de problemas e até de acidentes. Em nossa opinião, não é isso que acontece. O que de facto se constata é que na maior parte das situações, existe uma incorrecta aplicação dos sistemas ou inadequada utilização das mecânicas. O sistema de condução autónoma, destina-se ao longo curso e tem a plenitude dos benefícios em auto-estrada ou via-rápida, e nestas concede sempre a intervenção de quem conduz. O historial das marcas (Freightliner e Mercedes-Benz) mostra os benefícios da automação e sistemas de apoio. Nos anos 80, eram poucos os que acreditavam nas transmissões automatizadas. Nos anos 90, existiam dúvidas sobre a utilidade do GPS nos camiões. Há uma década, havia quem mostrasse hesitação e desconfiança sobre os benefícios da gestão de frota. Resta esperar pelo futuro e ver o que nos reserva. No entanto, em Las Vegas, há quem prepare o futuro… sem ir ao casino.