Download PDF

camioes frenteDos sete construtores europeus, escolheram-se nove modelos, exaustivamente analisados durante 27 meses, em vez dos 36 previstos. A calendarização do IAA-Hanover a isso obrigou. Neste teste foi encontrado um vencedor absoluto, mas não podemos negligenciar nenhuma das cinco categorias, nas quais foram analisados os chassis-tractor que integraram a organização do teste bestof9.eu. Utilizados no longo curso internacional, os conjuntos – analisados no quotidiano das operações de transporte – pertencem à Reinert Logistics e foram avaliados por uma equipa alemã, que incluiu as participações de Torsten Buchholz da revista Transport, Tobias Schweikl da Logistra, Robert Domina e Bert Brandenburg da Huss-Verlag GmbH, com estes dois últimos a tratarem da gestão e liderança do projecto.

 

Hannover, DEU,  [ (c) Christian Wyrwa, Diplom-Foto-Designer (FH),  Burgwedeler Str. 91D , 30916 Isernhagen (bei Hannover), Germany, E-Mail: info@wyrwa-foto.de,  Tel: +49-511-3945254, Fax:+49-511-1233545, Mobil: +49-171-8340094, 7 % MwSt, St.Nr.: DE 1800903836, Bankverbindung: Konto: 900437952, BLZ 25050180, Sparkasse Hannover, IBAN: DE03250501800900437952; BIC: SPKHDE2HXXX:, Jegliche Verwendung ausserhalb einer journalistischen bedarf einer gesonderten Freigabe.Es gelten ausschließlich meine Geschäftsbedingungen (AGB). (Diese können eingesehen werden unter: http://www.wyrwa-foto.de/Wyrwa-AGB/Wyrwa_AGB.pdf ) Dieses Lichtbildwerk ist gesetzlich geschuetzt. Nachdruck, Veroeffentlichung und Verwendung nur gegen Honorar (mindestens MFM Liste 2008), Belegexemplar und Autorennennung.: "Foto: Christian Wyrwa" , www.freelens.com/clearing/, kein Modelrelease vorhanden, no modelrelease] [#0,26,121#]

A cabina do Actros agradou à generalidade dos condutores envolvidos no teste de longa duração

Sem qualquer margem de dúvida que os custos mais importantes, são os relativos aos consumos de combustível. No entanto, na actualidade, devemos dizer combustíveis, uma vez que a introdução do Euro 5, trouxe a utilização do AdBlue, destinado a reduzir os níveis de Óxido de Nitrogénio (Nox). No entanto, nem todos os modelos recorrem a esta solução. É o caso do Scania R 440 AGR Euro 5, que não recorre ao AdBlue, ao contrário do que acontece com o Scania R 420 SCR que utiliza o aditivo azulado. A outra marca que teve dois modelos em confronto foi a Mercedes-Benz, com dois Actros 1842, um destes configurado para Euro 6, enquanto a outra unidade mantinha o alinhamento Euro 5 utilizado pelos restantes camiões. Aliás, o melhor pontuado neste teste “bestof9.eu foi o MB Euro 5, que venceu três das cinco categorias (Avaliação do condutor, Economia de combustível e Custos de utilização).
Durante 27 meses de testes, os camiões do bestof9.eu percorreram 322.000 quilómetros, consumiram 90.000 litros de gasóleo e 3.900 de adBlue. Por veículo, o custo médio por litro de gasóleo foi de 1.14 € ou seja, o valor gasto por cada um foi de 103.000 €, enquanto o custo unitário de AdBlue (0,50 €/litro) contribuiu para um custo de 2.000 €. Por outras palavras, depois de 300.000 quilómetros percorridos, os gastos em combustível, ficaram equiparados aos custos de cada veículo.

Com a fasquia nos 28 litros

Hannover, DEU,  [ (c) Christian Wyrwa, Diplom-Foto-Designer (FH),  Burgwedeler Str. 91D , 30916 Isernhagen (bei Hannover), Germany, E-Mail: info@wyrwa-foto.de,  Tel: +49-511-3945254, Fax:+49-511-1233545, Mobil: +49-171-8340094, 7 % MwSt, St.Nr.: DE 1800903836, Bankverbindung: Konto: 900437952, BLZ 25050180, Sparkasse Hannover, IBAN: DE03250501800900437952; BIC: SPKHDE2HXXX:, Jegliche Verwendung ausserhalb einer journalistischen bedarf einer gesonderten Freigabe.Es gelten ausschließlich meine Geschäftsbedingungen (AGB). (Diese können eingesehen werden unter: http://www.wyrwa-foto.de/Wyrwa-AGB/Wyrwa_AGB.pdf ) Dieses Lichtbildwerk ist gesetzlich geschuetzt. Nachdruck, Veroeffentlichung und Verwendung nur gegen Honorar (mindestens MFM Liste 2008), Belegexemplar und Autorennennung.: "Foto: Christian Wyrwa" , www.freelens.com/clearing/, kein Modelrelease vorhanden, no modelrelease] [#0,26,121#]

No teste bestof9.eu a média de consumos de combustível (Diesel) esteve nos 27,99 litros/100 km, com uma amplitude de 5,1% quando comparamos o Actros Euro 5 (27,1 litros/100 km) com os DAF e Volvo que perfizeram 28,5 e 28,6 litros/100 km. Estes números comprovam a escassa diferença que existe entre os concorrentes. No tocante aos valores do MB Euro 6, estes começaram por ser mais favoráveis face ao Euro 5, mas a utilização posterior a 2013 relegou a mais recente tecnologia para segundo lugar. Seguiram-se o MAN TGX, o Scania R 420, o Renault Premium, todos estes abaixo dos 28 litros. No entanto e como já referimos, é preciso contar com o aditivo AdBlue e assim sendo, para avaliar os custos globais dos combustíveis, é necessário consultar o quadro, que reflecte os custos em cêntimos/quilómetro. Através da telemática embarcada (Shell Fuel Save) os consumos foram monitorizados e, no tocante às diferenças encontradas, tanto nos valores estáticos como dinâmicos, estas não ultrapassaram a quota de 1,2%. Estes valores reflectem a utilização da climatização, ou seja aquecimento e ar condicionado.

Custos ct/km para Diesel+AdBlue

Mercedes-Benz Actros 1842 Euro 5 31,50
Mercedes-Benz Actros 1842 Euro 6 31,82
Scania 440 AGR 32,27
MAN TGX 18.440 32,84
Renault 32,55
Iveco Stralis 440 S 32,84
DAF XF 105 460 33,09
Volvo FH 420 33,17

Custos de gasóleo+AdBlue+Manutenção+Depreciação veículo

Actros 1842 Euro 5

42,30

DAF XF 105.460

44,50

Iveco 440 S 42

44,56

Actros 1842 Euro 6

44,76

Volvo FH 420

45,25

MAN 18.440

45,29

Renault T 430

45,76

Scania 440 AGR

46,44

Scania 420 SCR

47,55

Cêntimos/km

Hannover, DEU,  [ (c) Christian Wyrwa, Diplom-Foto-Designer (FH),  Burgwedeler Str. 91D , 30916 Isernhagen (bei Hannover), Germany, E-Mail: info@wyrwa-foto.de,  Tel: +49-511-3945254, Fax:+49-511-1233545, Mobil: +49-171-8340094, 7 % MwSt, St.Nr.: DE 1800903836, Bankverbindung: Konto: 900437952, BLZ 25050180, Sparkasse Hannover, IBAN: DE03250501800900437952; BIC: SPKHDE2HXXX:, Jegliche Verwendung ausserhalb einer journalistischen bedarf einer gesonderten Freigabe.Es gelten ausschließlich meine Geschäftsbedingungen (AGB). (Diese können eingesehen werden unter: http://www.wyrwa-foto.de/Wyrwa-AGB/Wyrwa_AGB.pdf ) Dieses Lichtbildwerk ist gesetzlich geschuetzt. Nachdruck, Veroeffentlichung und Verwendung nur gegen Honorar (mindestens MFM Liste 2008), Belegexemplar und Autorennennung.: "Foto: Christian Wyrwa" , www.freelens.com/clearing/, kein Modelrelease vorhanden, no modelrelease] [#0,26,121#]

Embora o Iveco Stralis não tenha grangeado grandes elogios no tocante à habitabilidade e vida a bordo, o modelo italiano conseguiu uma boa pontuação no capítulo da fiabilidade. E o mesmo aconteceu com os custos das reparações efectuadas, com a cablagem mais cara a ser cobrada por 258 €. No total e incluíndo uma série de substituições na iluminação, a conta chegou aos 423 €. Os Scania foram os que se aproximaram mais, tendo sido necessário substituir algumas cablagens, uma carga de bateria, e algumas lâmpadas. O DAF teria registado os melhores valores de manutenção se não tivesse sido necessário substituir as baterias (529 €) reparar o aquecimento auxiliar e algumas anomalias nas luzes traseiras. No Volvo, a substituição do travão-motor aos 301.000 km (886 €) foi parcialmente suportada em garantia (40%) e o mesmo aconteceu com um tampão de depósito com fuga. A reparação do ajuste de inclinação no banco do condutor (129 €) ficou registada como invulgar.

O MB Euro 5 ficou duas semanas a reparar devido a um problema na injecção. Esta intervenção ficou justificada pela utilização de gasóleo de má qualidade e abrangida pela garantia. Sem custos e através da Charterway foi concedido um veículo de substituição.

No caso do MAN, o reajuste da 5ª roda devido à altura excessiva, a substituição de baterias, e a reparação da coluna de direcção, foram atribuídas à garantia. O mesmo aconteceu com a intervenção efectuada no módulo-bomba do AdBlue. Os tanque de ar e secador tiveram de ser intervencionados e apenas parte do custo ficou em garantia.

Avaliação geral (Eficência+Combustível+Fiabilidade+Avaliação Condução

MAN 18.440 0.55

0,55

Actros 1842 Euro 5

0,71

Actros 1842 Euro 6

0,72

Volvo FH 420

0,73

DAF XF 105 460

0,87

Renault T 430

0,95

Scania 440 AGR

1,09

Iveco 440 S 420

1,10

Scania 420 SCR

1,17

/km