Download PDF

melbourne brembo brakingA Fórmula 1 está de volta, os travões voltam a estar ao rubro, e os pilotos começam em Melbourne… a deixar as suas marcas no asfalto. Por ser um circuito não permanente, que utiliza parte das ruas do Albert Park, o circuito australiano é muito exigente em matéria de travagem. A utilização pontual, concede no piso, uma agregação invulgar de borracha, F1 mb traseira em Sque contribui para aumentarem a intensidade da travagem e desaceleração. As zonas de travagem são nove, e em termos de dificuldade, os técnicos da Brembo consideram-nas de nível médio-alto, em especial a curva 3. Nesta curva e em menos de três segundos (2,64 seg) os monolugares passam de 313 a 91 km/h em 122 metros, produzindo 2.081 kW de potência de travagem. E para que tudo aconteça, é necessário carregar no pedal de travão com 140 kg de força.