Download PDF

Alpine_76554_global_enMesmo num circuito, a montanha nunca está longe para a Alpine. Foi com o maciço de Sainte-Baume como cenário de fundo que a equipa Signatech-Alpine revelou os seus dois Alpine A460, no circuito de Paul Ricard. O nome deste novo protótipo foi escolhido para fazer referência à linhagem iniciada nos anos 70, com o A440, ao mesmo tempo que evoca os 60 anos de criação da Alpine, celebrados o ano passado. Este novo protótipo é facilmente reconhecível pelo seu habitáculo fechado, que permite melhorar, simultaneamente, a segurança do piloto e a eficácia aerodinâmica. Para a Alpine, o retorno a uma carroçaria totalmente fechada é uma estreia, depois do A220 de 1969.

O Alpine A460 tem o mesmo motor V8 de 4.5l que equipava o A450b. Este motor, de mais de 550 cv, da Aliança Renault-Nissan, está associado a uma caixa de velocidade sequencial de 6 relações. Apresentado ao lado dos protótipos Alpine Vision e Alpine Célebration, o Alpine 460 tem a emblemática decoração azul e laranja, assumida desde o regresso da Alpine à competição, em 2013. No entanto, as duas viaturas serão diferenciadas pelas bandeiras, francesa para o nº 36 e chinesa para o nº 35. Inscrito pela Baxi DC Racing Alpine, o Alpine n°35 é confiado ao piloto Francês Nelson Panciatici – piloto da equipa desde 2013 – e aos pilotos Chineses avid Cheng e Ho-Pin Tung. Criada por Jackie Chan e David Cheng, a DC Racing obteve vários títulos nas Asian Le Mans Series, antes de avançar para o FIA WEC com a Signatech-Alpine, que assegura a parte técnica, desportiva e logística.