Download PDF

A Honda é o primeiro fabricante de automóveis do mundo, a adoptar a tecnologia de simulador de condução, baseada na inovadora arquitectura DiM250. A maioria dos simuladores usam a tecnologia de movimento, derivada de simuladores de voo, usando seis activadores de movimento. No entanto, para reproduzir com precisão as características de movimento, manuseio e aceleração do veículo num único simulador, o sistema DiM250 da série VI-grade, usa nove activadores de movimento, para criar intervalos de movimento adicionais.

De acordo com o vice-presidente executivo da Honda I&D Europa Alemanha e para antecipar o processo de “design”, o executivo nipónico adiantou : Esperamos usar o DiM250 principalmente para a dinâmica e aplicações de movimento dos veículos, para além de o usar como uma ferramenta crucial para desenvolver e testar os nossos sistemas ADAS, HMI e tecnologias de condução autónomas, referiu Yasunori Oku. A tecnologia DiM250, fornecerá uma plataforma de desenvolvimento comum, ideal para as actividades de investigação e desenvolvimento, onde todas as equipas podem trabalhar num único ambiente.
O sistema DiM250 foi desenhado pelo criador de software de simulador VI-grade, enquanto o projecto e fabrico ficou a cargo da Saginomiya, especialista em controlos automáticos. A plataforma eléctrica de nove activadores, é mais avançada do que as de seis “hexapod” e todo o sistema se move deslizando em “airpads”, em vez de usar trilhos mecânicos adicionais. As almofadas de ar “airpads”
compensam as cargas dinâmicas e ajudam a tornar o simulador mais rígido, silencioso e fiável.
A integração dos aplicativos Software-in-loop (SIL) e Hardware-in-loop (HIL) permitem que os “designers” e os engenheiros, avaliem os avanços no ciclo de desenvolvimento do veículo, antes
que os protótipos físicos tenham sido construídos. Também permitirá que o simulador imita mais
precisamente cenários problemáticos para testar e controlar os sistemas de segurança.